REDES SOCIAIS

35°C

48 seguem desaparecidos após desabamento sobre mina na China

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Equipes de resgate com equipamentos de escavação retiraram toneladas de terra e entulho nesta quinta-feira (23) para buscar 48 mineradores que seguem desaparecidos após o desabamento de uma mina de carvão na região chinesa da Mongólia Interior (norte).

A emissora estatal CCTV informou que o número de mortos no desastre subiu para cinco.

As condições na área permanecem perigosas, e a busca teve que ser suspensa por várias horas após um segundo deslizamento de terra na gigantesca instalação da Liga Alxa da Mongólia Interior.

Um policial disse que apenas aqueles com aprovação do governo teriam permissão para acessar a área. Ela disse que as pessoas que vivem perto da mina foram enviadas para uma cidade próxima.

O desmoronamento inicial de uma das paredes do poço ocorreu por volta das 13h do horário local nesta quarta-feira.

A causa do desastre continua sob investigação.

A agência oficial de notícias Xinhua disse que cerca de 900 equipes de resgate com equipamentos pesados estavam no local e retomaram as buscas na manhã de quinta-feira.

O presidente chinês, Xi Jinping, pediu ?todos os esforços de busca e resgate? e ?garantir a segurança das vidas e propriedades das pessoas e manter a estabilidade social geral?.

A Mongólia Interior é uma região chave para a mineração de carvão e vários minerais e terras raras que, segundo os críticos, devastou a paisagem de montanhas, estepes verdejantes e desertos da região.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS