REDES SOCIAIS

17°C

Advogado de Rogério Andrade deixa defesa do bicheiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O advogado André Callegari deixou a defesa do bicheiro Rogério Andrade.

O comunicado foi endereçado ao ministro Nunes Marques do Supremo Tribunal Federal (STF) com data do dia 20 de abril.

Segundo o blog apurou, o comunicado de renúncia ao STF cita ?motivos éticos? e ?divergências estratégicas?. Procurado Callegari confirmou as informações.

Callegari foi o advogado responsável pela vitória de Andrade na decisão de Nunes Marques que derrubou medidas cautelares, como o uso da tornozeleira eletrônica.

Na terça-feira (16), Nunes Marques atendeu a um pedido da defesa do contraventor e autorizou a retirada da tornozeleira e o fim do recolhimento noturno. Os advogados alegaram que o bicheiro cumpriu as restrições impostas pela Justiça e não violou o monitoramento feito pela tornozeleira eletrônica.

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

O caso Rogério Andrade

Sobrinho do bicheiro Castor de Andrade, Rogério foi preso em 2022, por ordem da Justiça do Rio de Janeiro, em decorrência da Operação Calígula, do Ministério Público do estado, que investiga a exploração de uma rede de jogos de azar no Rio e o pagamento de propina a policiais para proteger o esquema criminoso.

Em dezembro de 2022, o ministro Jorge Mussi, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou a soltura de Rogério Andrade, mas estabeleceu o uso de tornozeleira eletrônica, o recolhimento noturno domiciliar (voltar para casa após as 18h) e o comparecimento periódico ao juízo para comprovar suas atividades.

Na terça (16), Nunes Marques ? que em 2022 já havia revogado uma ordem de prisão contra o contraventor ? autorizou Rogério Andrade a tirar a tornozeleira e o dispensou de voltar para casa após as 18h.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS