REDES SOCIAIS

23°C

Ainda sem receber ?benção? de Mendes, Neri cita candidatura ao Senado como projeto consolidado

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O deputado federal Neri Geller (PP) disse nesta quarta-feira (15), que sua candidatura ao Senado está cada dia mais consolidada em Mato Grosso. Ainda sem a “benção” do governador Mauro Mendes (União), o progressista garantiu que não está trabalhando com a hipótese de receber ou não o apoio do chefe do executivo.

“Nós, o PP, o PSD e o próprio MDB não trabalhan com a hipótese de Mendes ser ou não ser candidato, apoiar ou não nossa candidatura, nós estamos com um projeto de pré-candidatura ao Senado e ele está bem consolidado. Estamos trabalhando firme com isso e esse é o nosso projeto”, disse em entrevista à Rádio Capital.

Questionado sobre a candidatura do governador à reeleição, Neri garantiu que não enxerga Mendes não disputando o Paiaguás. Para o deputado, mesmo com os problemas de saúde da primeira-dama Virginia Mendes, que recentemente foi diagnosticada com câncer no pâncreas, Mauro deve entrar na disputa.

“Com sinceridade, eu não vejo o Mauro não disputar a eleição, mesmo com esse problema que ele está enfrentando, que pelas informações que a gente tem, parece que está sendo superado, pelo ponto de vista médico. […] Então pessoalmente falando, acredito que hajam poucas chances de o Mauro não ir para a reeleição”, disparou.

Disputa pelo Senado

Segundo Neri, ele já possui o apoio de 116 prefeitos mato-grossenses. Caso as alianças se concretizem, o progressista já conta com grande parte do apoio dos prefeitos dos 141 municípios do estado.

Geller já deu uma grande demonstração de força e representatividade ao reunir mais de 1.100 lideranças políticas da região do Baixo Araguaia durante dois dias. Os encontros fizeram parte do movimento “Avança Mato Grosso” e foram realizados em Canarana e Confresa.

Além do apoio municipalista, o deputado conta com o apoio do PSD, de parte do MDB e do União Brasil. O PSB chegou a fechar com Neri, mas recuou devido à pré-candidatura da médica Natasha Slhessarenko.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS