REDES SOCIAIS

24°C

Ao anunciar disputa, Marcia diz que “fila de ossinhos” é “ícone de gestão insensível” do Governo do Estado

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Pré-candidata ao Governo do Estado na disputa de outubro deste ano, a primeira-dama de Cuiabá, Marcia Pinheiro (PV), fez duras críticas à gestão estadual, sob o comando do governador Mauro Mendes (União Brasil).

No ato em que anunciou sua candidatura, Marcia apontou as desigualdades sociais no Estado, em que pese Mato Grosso ser um grande produtor.

Ela citou, inclusive, a famigerada “fila dos ossinhos”, que rendeu manchetes negativas ao Estado em meio à pandemia da Covid-19.

“Aceitei o desafio de disputar o governo do Mato Grosso porque temos a responsabilidade de inaugurar um novo tempo, de mãos dadas com o povo. Um tempo sem ódio, sem incentivo ao preconceito e com muito mais prosperidade econômica para aqueles que nos últimos anos têm acumulado tantas perdas”, afirmou Marcia.

“Nosso país entrou de novo no mapa da fome, e infelizmente o Mato Grosso foi um de seus símbolos, com a famigerada imagem da fila dos ossinhos. Essa fila é o ícone maior desse governo insensível que está aí”, acrescentou a pré-candidata.

Ainda que sem citar nomes, Marcia ainda reprovou declarações de Mendes que, em entrevista recente, afirmou que os “ossinhos eram de qualidade”. Vale lembrar que, ainda em meio à pandemia, a secretária de Assistência Social, Rosamaria Carvalho também classificou os ossinhos como “nutritivos”.

“Não posso admitir, nem mais como mulher ou mãe, mas como ser humano que tem coração, que se diga que esses ossinhos são de qualidade. Nossa gente merece comida no prato, amor, acolhimento, dignidade, respeito”, comentou a primeira-dama.

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS