REDES SOCIAIS

22°C

Apesar de aliança entre Bolsonaro e Mendes, Medeiros recusa apoiar governador

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O deputado federal e pré-candidato à reeleição, José Medeiros (PL), afirmou nesta segunda-feira (25), durante entrevista à Rádio Jovem Pan de Cuiabá, que apoiar o governador Mauro Mendes (União Brasil), no pleito de outubro deste ano seria ruim para ambos.

Atualmente, o PL de Medeiros tem conversas praticamente seladas para estar no palanque de Mendes. Segundo ele, relatou a Bolsonaro que não há condições para que ele apoie o governador, já que foi e é um crítico ferrenho ao governo.

“Eu to muito confortável. Eu não mudei de posição coisa nenhuma. Eu falei para o presidente Jair Bolsonaro que eu não tinha condições de apoiar Mauro Mendes e eu acho que apoiar ele ou [ficar] junto com ele seria ruim para mim e para ele”, pontuou.

O parlamentar ainda alfinetou Mendes alegando que muitas obras do atual governo não são entregues e quando são entregues, são de péssima qualidade.

“Não vejo que seria uma coisa saudável politicamente. Eu discordei do governo o tempo inteiro e continuo discordando da gestão. E eu penso que a gestão dele é muito boa de conversa e as obras dele ou não começaram, ou começou e não terminou, ou às que terminaram é igual a caixa d’água de Campo Verde. Então, baixa qualidade”, disse ele.

Na última sexta-feira, a estrutura de uma caixa d’água desabou em Campo Verde e quase atingiu uma comitiva de políticos que estavam no local. A obra é de responsabilidade da Companhia Matogrossense de Mineração (Metamat), e foi construída com recursos públicos.

 

“Essa é opinião minha, não tinha porque eu passar agora a falar que as obras de Mauro Mendes são aquelas ‘Brastemp’ [geladeira de inox, duas portas]”, finalizou.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS