REDES SOCIAIS

35°C

Após estreia na lateral direita do Cuiabá, Rikelme brinca sobre modo curinga: “Até goleiro já fui”

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

No último sábado, Rikelme estreou em uma nova posição no Cuiabá. Sem opções de origem à disposição na lateral direita, o técnico Petit escalou o lateral-esquerdo para exercer a função. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o jogador brincou sobre a característica de ser multifunção no Dourado.

Quando defendia as categorias de base do clube, Rikelme atuava como meia-atacante. Chegou a usar as camisas 8, 10 e 11 antes de ser deslocado para a lateral esquerda, onde se firmou no profissional do Cuiabá.

O responsável por redescobrir o jovem jogador na posição foi o técnico português Ivo Vieira, demitido no início do Brasileirão passado.

? Lá no começo ele veio conversar comigo e falou que na lateral esquerda eu podia me dar bem. E ele estava certo, depois disso foi só alegria ? disse Rikelme.

Apesar de render mais pelo lado esquerdo da defesa, o atleta pontuou que o ?modo curinga? vem desde os primeiros passos na carreira. O atributo foi importante para que Petit o utilizasse em uma nova função diante do Flamengo, pela 15ª rodada da Série A. Na ocasião, Matheus Alexandre estava lesionado e Railan suspenso.

? Na lateral direita foi a minha primeira experiência. Eu nunca tinha jogado por ali. Na escolinha eu atuei como meia, zagueiro, atacante e até goleiro eu já fui (risos). Quando o mister perguntou se eu poderia jogar na direita eu falei que sim, é uma oportunidade também para mostrar meu potencial. Na lateral direita eu conversei com o Matheus Alexandre, que é o dono da posição, e ele me deu algumas dicas sobre como jogar ali.

Titular absoluto em 2023, Rikelme disputou 49 partidas, sendo 42 entre os onze iniciais. Na atual temporada, tendo a concorrência de Ramon, iniciou 19 jogos dos 43 possíveis. Ele revelou que houve uma conversa com Petit, na qual o treinador explicou a importância de haver uma disputa pela titularidade.

? O Petit conversou comigo e com o Ramon. Ele falou que precisava dos dois, sabia das nossas capacidades. Explicou que nós dois somos bons e que pro time é melhor haver essa briga sadia. Ano passado fui muito bem com o António Oliveira, que me deu muitas oportunidades para jogar. Houve a troca de técnica e aí chegou o Ramon, que é um grande lateral. Eu e ele temos uma briga sadia, um ajudando o outro.

Para o próximo compromisso, Rikelme volta a ficar à disposição na posição em que está mais acostumado. Matheus Alexandre segue fora por lesão grau 1 na coxa, mas Railan volta a ser opção na lateral direita para o técnico Petit.

Com a semana cheia para se preparar, o Cuiabá volta a campo no sábado, contra o Bahia. O confronto será disputado a partir das 15h (de MT), na Arena Fonte Nova, válido pela 17ª rodada do Brasileirão.

Fonte GE Esportes

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS