REDES SOCIAIS

22°C

Após Mendes liberar porte de armas aos CACs, deputado relembra “manchetes” e aponta contradição

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O deputado estadual Ulysses Moraes (PL) expôs o posicionamento contraditório do governador Mauro Mendes (União Brasil) no que diz respeito à liberação do porte de arma para os CACs (Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador).

O texto foi sancionado por Mendes nesta semana, após ele mesmo ter feito uma série de críticas a medida.

Em um vídeo divulgado em suas redes sociais, Ulysses recordou que o projeto há pouco tempo havia classificado o projeto como “oportunista”, além de ter tido que a intenção do deputado era apenas “ganhar um ‘votozinho’”.

Mendes chegou a dizer que iria derrubar o texto, mas, lá atrás admitiu que sequer havia lido o conteúdo da proposta.

“Agora pelo visto ele resolveu ler e sancionou? Será que agora ele vai falar que é populismo?”, questionou o parlamentar.

Além de Ulysses, o projeto teve como autores Xuxu Dal Molin (PSC) e Gilberto Cattani (PL).

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS