REDES SOCIAIS

33°C

Após ser ofendido pelo presidente do Sindimed, Pinheiro dispara: ?é um despreparado?

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que o presidente do Sindicato dos Médicos (Sindimed-MT), Adeildo Lucena – que denominou Emanuel como “rei do drible” ao denunciar precariedade das unidades e irregularidades nas contratações e condições de trabalho das profissionais da Saúde de Cuiabá -, é uma pessoa “despreparada” e “nunca trabalhou na vida, sempre viveu do movimento sindical”.

Durante entrega da ETE Ribeirão do Lipa, no dia 29 de abril, ao ser questionado sobre as denúncias feitas pelo presidente do Sindimed, o chefe do Executivo Municipal respondeu que “já pedi para minha assessoria organizar uma coletiva, para falar sobre este assunto, porque só pode ser deboche que esse sujeito está falando ou ele é totalmente despreparado, porque é o que está parecendo, ou também ele pode estar falando sozinho ou a mando de alguém, para fazer politicagem”, disparou.

Pinheiro ainda respondeu que o Adeildo Lucena participou da reunião sobre concurso que deve ser realizado ainda este ano na Capital.

“Ele só pode estar louco, está lá o concurso público, peguem a comissão que nós criamos e ele faz parte dela, ele participou da reunião na semana passada, e como vem agora dizer que não tem concurso? E muita falta de despreparo”, afirmou.

O prefeito enfatizou que o sindicalista nunca colaborou com a categoria a qual representa e nunca trabalhou na vida: “sempre vive do movimento sindical, só tentando desestabilizar e não faz nada para melhorar”.

O presidente do Sindicato dos Médicos, Adeildo Lucena, falou em coletiva a imprensa no última quinta-feira (28) que vai ingressar com uma ação civil no Ministério Público Estadual (MPE) contra a Prefeitura de Cuiabá por falta de concurso público, falta de médicos, falhas na escala de plantões e alerta sobre médicos contratados na pessoa jurídica e outras irregularidades denunciadas pelos profissionais que trabalham no município.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS