REDES SOCIAIS

22°C

?Assim que Bolsonaro reconhecer resultado, isso deve parar?, diz Abílio

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O deputado federal eleito, Abílio Júnior (PL), disse ao nesta terça-feira (1), que os bloqueios nas principais rodovias de Mato Grosso devem parar logo após o presidente Jair Bolsonaro (PL) se manifestar reconhecendo o resultado das eleições deste ano. Segundo o parlamentar, a ação é um ato de iniciativa popular e não conta com a participação de nenhum político.

Conforme Abílio, apenas Bolsonaro teria o direito de questionar o resultado das urnas. No entanto, o correligionário do presidente pontuou que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já declarou a vitória do ex-presidente Lula (PT) e ele reconhece.

“Esse está sendo um ato de iniciativa popular, não tem a participação de nenhum político e imagino que em breve o presidente deve se manifestar e reconhecer a situação eleitoral e isso deve parar. Eu acredito que apenas o candidato [Bolsonaro]tem o direito de questionar, mas o TSE já declarou o resultado das urnas e eu reconheço”, explicou.

Em entrevista, o deputado explicou que inclusive já pediu diversas vezes para que os apoiadores de Bolsonaro não se manifestassem em frente aos quárteis. Citando a democracia, Abílio reiterou que a “inconformidade” do eleitor também faz parte de um Estado Democrático.

“Eu já falei diversas vezes para o pessoal não ir manifestar em frente aos quartéis, pedi para que eles não fizessem isso, mas isso é muito difícil, eles não escutam. O país está divido, 50% do país está insatisfeito, nós estamos em um Estado que deu 65% dos votos para o Bolsonaro, essa é mais uma das partes da democracia, a segunda parcela não aceita o resultado”, falou.

Rodovias intransitáveis

Em Mato Grosso, nesta terça-feira (1), o número de interdições já chega a 24 em todo o Estado. As manifestações continuam ocorrendo mesmo após o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, determinar que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e as polícias militares desobstruam, imediatamente, todas as rodovias sob bloqueio no país.

“O quadro fático revela com nitidez um cenário em que o abuso e desvirtuamento ilícito e criminoso no exercício do direito constitucional de reunião vem acarretando efeito desproporcional e intolerável sobre todo o restante da sociedade, que depende do pleno funcionamento das cadeias de distribuição de produtos e serviços para a manutenção dos aspectos mais essenciais e básicos da vida social”, afirmou o ministro.

Manifestantes bloqueiam os seguintes pontos:

BR-158

-km 565, Trevo do Martinão, Água Boa

-km 141, saída para Vila Rica, Confresa

BR-163

-km 120, em Rondonópolis, posto Trevão

-km 594, em Nova Mutum/MT,

-km 691, em Lucas do Rio Verde/MT,

-km 746, em Sorriso/MT

-km 713 – em Sorriso/MT

-km 835, em Sinop/MT.

-km 937 em Itaúba/MT

-km 984 em Terra Nova do Norte/MT

-km 1032 Peixoto de Azevedo

-km 1068 Guarantã do Norte

BR 174

-km 125, em Mirassol D’oeste. Bloqueado veic de carga

-km 288 em Pontes e Lacerda, ambos os sentidos

BR 364

-km 1125 em Sapezal

-km 395 em Cuiabá

-km 1176 Campos de Júlio

-km 05 Alto Araguaia

-km 55 Alto Garça

BR 070

-km 383 Campo Verde, ambos os sentidos

-km 376 Campo Verde, (saída para Primavera do Leste).

-km 524 VG Trevo do Lagarto

-km 274 em primavera do Leste, ambos os sentidos

Há interdição em Tangará da Serra

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS