REDES SOCIAIS

14°C

Ataques de Bolsonaro ao TSE indicam que eleição será teste para a democracia, avaliam embaixadores

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Embaixadores estrangeiros que estiveram no encontro com Jair Bolsonaro na segunda-feira (18), no Palácio da Alvorada, avaliam que as falas do presidente contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indicam que a eleição de outubro será um teste para a democracia.

Na reunião, convocada pelo próprio Bolsonaro, ele tentou convencer os embaixadores sobre supostas falhas no sistema eleitoral brasileiro, ao repetir acusações sem apresentar provas e já desmentidas pelas autoridades.

Segundo relatos de representantes de embaixadas em Brasília feitos ao blog, a grande maioria dos embaixadores saiu da reunião sem mudar a visão que já tinha: confiança nas instituições brasileiras e no processo eleitoral.


window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Os embaixadores vão repassar relatórios a seus países sobre o encontro. Nas palavras de um deles, transmitidas a sua equipe, os representantes estrangeiros ficaram “impressionados negativamente” com um presidente que tenta, sem provas, desmoralizar a Justiça Eleitoral do próprio país.

A maior parte dos embaixadores foi ao encontro por um dever diplomático e já chegou ao Palácio da Alvorada com uma orientação de seus governos para não endossar os ataques do presidente brasileiro ao sistema eleitoral.

Há uma preocupação, principalmente de países como os Estados Unidos e europeus, com o clima eleitoral no Brasil, o que tem levado a declarações de confiança nas instituições brasileiras.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS