REDES SOCIAIS

18°C

Belarus lutará contra a Ucrânia apenas se for atacada, afirma presidente

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Belarus só lutará ao lado das forças russas contra a Ucrânia se o país for atacado, afirmou nesta quinta-feira (16) o presidente bielorrusso Alexander Lukashenko durante um raro encontro com a imprensa estrangeira em Minsk.

Estou pronto para lutar com os russos a partir do território de Belarus apenas em um caso: se um soldado (da Ucrânia) entrar no nosso território com uma arma para matar meu povo“, disse Lukashenko.

“Caso ataquem Belarus, as represálias serão as mais cruéis. As mais cruéis! E então a guerra terá um caráter completamente distinto”, advertiu.

Tropas russas usaram parte do território da Belarus como um dos ponto de partida para atacar a Ucrânia no início da invasão em 24 de fevereiro de 2022. Belarus serve até hoje como base de retaguarda para soldados e equipamentos da Rússia.

De acordo com vários analistas, a Rússia está pressionando Lukashenko para que ordene a entrada de seu exército na ofensiva.

Até agora, o líder bielorrusso se negou a participar, apesar de sua grande dependência política e econômica de Moscou. Lukashenko anunciou que conversará na sexta-feira com o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Os dois países organizam exercícios militares conjuntos com frequência, o que alimenta as especulações de que o exército bielorrusso poderia participar na ofensiva na Ucrânia.

Em outubro, Belarus e Rússia anunciaram a criação de uma força militar conjunta com uma missão apenas “defensiva”.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS