REDES SOCIAIS

18°C

Botelho diz que entrou para disputa da Prefeitura por ?clamor? da população

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

Eduardo Botelho (10).jpg

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Eduardo Botelho (União Brasil), garantiu que só colocou seu nome a disposição de pré-candidatura por ter escutado seus eleitores durante a campanha para deputado estadual do ano passado. Conforme o deputado, por onde andava, apoiadores questionavam o que impedia ele de se lançar à Prefeitura de Cuiabá e suceder Emanuel Pinheiro (MDB).

Durante entrevista à Rádio Capital FM nesta segunda-feira (11), Botelho afirmou que o povo garantiu que caminhará com ele em uma eventual candidatura e descartou qualquer pretensão política, ou usar a Assembleia Legislativa de trampolim visando o Governo de Mato Grosso.

“Estou no quarto mandato de presidente, ano passado durante a campanha muitas pessoas me diziam em Cuiabá que votariam e apoiariam meu nome porque eu seria prefeito. Veio do apelo popular, depois da eleição eu entendi que entraria na disputa e ajudaria a Capital. Tenho muitos projetos, condições e irei aceitar esse desafio. Não foi sonho, nunca tive. Mas o momento precisa e eu tenho condições. Quem vai decidir é o povo e a população”, disse o presidente da Assembleia.

Mesmo faltando menos de um ano para as eleições, Botelho configura as primeiras colocações em estudos de intenções de votos feitas por mais diferentes institutos de pesquisas. Alguns levantamentos mostram que o deputado possui até 18% dos votos da Baixada Cuiabana contra 13%, 11% e 5% dos adversários.

Porém, nem tudo está definido. Botelho precisa decidir seu futuro político, já que o União Brasil demonstra resistência em apoiar sua candidatura e opta pelo nome do secretário-chefe Fábio Garcia (União Brasil).

Então, para validar sua candidatura Botelho precisaria ir para outro abrigo, que já encontrou. O parlamentar possui conversas avançadas com o Partido Social Democrático (PSD), regido em Mato Grosso por Carlos Fávaro.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS