REDES SOCIAIS

22°C

Botelho promulga lei para monitoramento de nascentes no Rio Cuiabá

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

Após os deputados estaduais derrubarem o veto do Governo, o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (União) promulgou a Lei nº 12.026/2023, que dispõe sobre o cadastramento, monitoramento e recuperação das nascentes, matas ciliares e entorno do Rio Cuiabá e seus afluentes. A publicação consta no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (17).

De autoria do deputado Botelho, a lei dispõe sobre o cadastramento, monitoramento e recuperação das nascentes, matas ciliares e entorno do Rio Cuiabá e seus afluentes. O objetivo do projeto é disciplinar a atuação do Poder Público em relação as atividades e serviços ambientais específicos, de forma a promover o desenvolvimento sustentável em todos os municípios do Vale do Rio Cuiabá.

O Poder Executivo disciplinará as atividades e os instrumentos necessários para o cadastramento, monitoramento e recuperação, cujas informações integrarão a base de dados sobre o Meio Ambiente. O Cadastro conterá, no mínimo, os dados de todas as áreas contempladas, os respectivos serviços ambientais necessários e as informações sobre os planos, programas e projetos que integram a Política Estadual Ambiental.

“Fica o Chefe do Poder Executivo autorizado a criar unidade orçamentária e abrir crédito especial para pagamento dos serviços previstos nesta Lei. Para a abertura do crédito especial de que trata o caput deste artigo, fica o Chefe do Poder Executivo autorizado a promover as adequações necessárias no Plano Plurianual e na Lei de Diretrizes Orçamentárias”.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS