REDES SOCIAIS

30°C

Cara a cara, Avallone diz que não liberará Faissal para Abílio e revela motivo

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

Alvo de intensas troca de farpas, a saída do deputado Faissal Calil (Cidadania) para o Partido Liberal ainda não está totalmente garantida. Dessa vez, em um encontro cara a cara nos corredores da Assembleia Legislativa entre o deputado e seu colega de parlamento Carlos Avallone (PSDB), Calil recebeu a informação de que dificilmente migrará para a sigla bolsonarista.

Conforme Avallone, ele jamais irá autorizar a saída do deputado em razão da sua expressa votação e seu eleitorado. Além disso, afirmou que possui planos para o deputado, principalmente no ano que vem e pediu para que Faissal fique para ser o coordenador de sua campanha para Prefeitura de Cuiabá nas eleições do ano que vem.

“Como que vou liberar um cara que tem 30 mil votos? Eu não sou louco, eu sou candidato a prefeito e quero o apoio dele. Quero que ele coordene minha campanha, não a do Abílio, vai ter que coordenar a minha”, disse Avallone em tom humorado.

Rapidamente o deputado respondeu o pedido de Avallone, dizendo que primeiro iria fazer a campanha de Abílio e depois a do colega. Mas que se sentia bem ao lado do deputado.

“Depois do Abílio, vem o Avallone. Tá bom? Mas, eu me sinto muito bem ao lado do Avallone”, contou Calil.

O grande impasse acontece porque o Cidadania e o PSDB são integrantes de uma única Federação, e como Avallone é o presidente do PSDB tenta travar a saída para não perder uma vaga de suplente na Assembleia Legislativa.

Avallone diz que a legislação a respeito de alianças partidárias é nova, mas que o político precisou dos votos do PSDB para ocupar a cadeira. Segundo Calil, o presidente nacional do Cidadania, Marco Marrafron, estaria de acordo com seu desmembramento. Ou seja, o deputado de Mato Grosso terá pouca voz sobre a saída.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS