REDES SOCIAIS

34°C

Cattani quer tornar Lula ?Persona Non Grata? em Mato Grosso por ofensas a Israel e ao agro

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Fred Moraes

Única News

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

O deputado estadual Gilberto Cattani (PL) afirmou que pode apresentar na sessão ordinária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), nesta quarta-feira (21), uma proposta para pedir que o Estado torne o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), “Persona Non Grata” em Mato Grosso, por ter comparado a ofensiva de Israel em Gaza ao Holocausto e por outras críticas antigas contra o agronegócio (veja vídeo no fim da matéria).

A classificação “Persona Non Grata” é uma declaração de que determinada personalidade política não é bem-vinda ao território em que a medida for provada, mas não não equivale à expulsão. É o que o Israel fez contra Lula, consolidando uma crise diplomática entre os dois países.

Durante uma entrevista à TV Vila Real, Cattani disse que Lula demonstra um lado de pensamento claro, que, segundo ele, “é o lado da criminalidade”. Por isso teceu críticas ofensivas a Israel. Ainda lembrou que Lula já havia utilizado o “discurso de ódio” contra o agro e que a fala sobre Israel foi a gota d’água. Sem detalhar o que irá propor no plenário do Legislativo Mato-grossense, Cattani não soube dizer do que se trataria o título e nem as consequências ao presidente.

“Temos uma figura pública, no trono máximo da política brasileira, tomando o lado de bandido e não da vítima. Amanhã iremos propor na Assembleia um Projeto de Lei, que possa tornar diante dessa e outras declarações que também envolvam nosso Estado, como chamar o agronegócio de fascista ou ogro, que o torna “Persona Non Grata” em Mato Grosso”, disse Cattani.  

ASSISTA O VÍDEO:

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS