REDES SOCIAIS

23°C

Ciro no g1 – Trecho: ‘Fica o Lula acenando com um grande estelionato eleitoral, que vai voltar um tempo místico de picanha e cerveja, isso é uma grande mentira’

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes disse que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) comete “estelionato eleitoral” quando promete, em discursos, que a vida das famílias brasileiras vai melhorar e voltar a ser como na época em que o petista foi presidente, entre 2003 e 2010 (assista no vídeo acima).

?Crescer no Brasil, agora, é um efeito colateral se possível, e é impossível. Os números são concretos. Fica o Lula acenando com um grande estelionato eleitoral, que vai voltar um tempo místico de picanha e cerveja. Isso é uma grande mentira, nunca acontece isso na história brasileira?, afirmou Ciro.

Ex-governador do Ceará, o pedetista deu a declaração nesta segunda-feira (13), na primeira da série de entrevistas comandada por Renata Lo Prete, apresentadora do podcast “O Assunto”, com pré-candidatos à Presidência da República (leia mais ao final desta reportagem). A conversa foi transmitida ao vivo direto do estúdio do g1, em São Paulo, e no GloboPlay.

Uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgada em maio apontou que 77 em cada 100 famílias do país estão inadimplentes.

Ciro propõe incentivar a renda das famílias ao auxiliá-las a pagar suas dívidas no SPC/Serasa. Segundo o pedetista, este é um movimento que seu eventual governo poderia fazer e que teria impacto direto na economia como um todo.

?O PIB tem quatro motores que impulsionam para [o país] crescer. Um é o consumo das famílias. Ninguém precisa ser brilhante economista para entender: se as famílias têm o consumo expandido, o comercio vende mais, que contrata mais gente, encomenda mais da indústria; a indústria contrata mais gente, encomenda mais matéria-prima, e a traquitana da economia roda?, afirmou o pré-candidato na entrevista.

Ciro disse ainda que Lula “está muito longe de entender? que “o Brasil é outro”. “De 2003 para cá, as coisas se deterioraram, o mundo é outro, se deteriorou no planeta Terra.”

Próximos entrevistados

Os próximos entrevistados da série Simone Tebet (MDB), em 20 de junho, às 15h; e André Janones (Avante), em 11 de julho, também às 15h. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) também foram convidados, mas não confirmaram presença até 3 de junho, prazo estipulado em reunião de 31 de maio com representantes dos partidos na qual foram informadas regras e datas para a realização da série.

Todas as entrevistas ficarão disponíveis na íntegra, em vídeo e em áudio, como episódio especial de “O Assunto”. Durante o programa, os pré-candidatos também responderão a perguntas do público (envie a sua pergunta pelas redes sociais com a hashtag #oassunto).

O g1 convidou para as entrevistas os cinco primeiros colocados na pesquisa Datafolha divulgada em 26 de maio.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS