REDES SOCIAIS

22°C

Consistência defensiva: António Oliveira chega ao Cuiabá com meta traçada para início de trabalho

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O técnico António Oliveira chegou ao Cuiabá com metas iniciais bem definidas para a sequência da Série A. Para tirar a equipe da zona de rebaixamento, o treinador precisa encontrar o equilíbrio coletivo entre ser mais efetivo no ataque e sofrer menos gols – este último problema avaliado como prioritário para o início do trabalho.

Em seis rodadas, o Dourado foi vazado 12 vezes – média de dois gols sofridos por partida. Por outro lado, o time balançou a rede adversária somente em cinco oportunidades. Com o segundo pior ataque e a terceira defesa que mais viu o adversário comemorar na Série A, o treinador português já estabeleceu qual deve ser o objetivo inicial.

– Acima de tudo, uma equipe como o Cuiabá precisa saber se defender bem. Ela se sustentou muito na parte defensiva, eu estive aqui (na temporada passada) em 28 jogos, e sofremos 28 gols.. É um gol por jogo em uma equipe que luta pra não cair. Se tivesse um ataque concretizador estaríamos no G-8 – afirmou o técnico na coletiva de apresentação.

Se parar de sofrer gols é fundamental para não perder jogos, António trabalha para dar tranquilidade ao setor ofensivo. Até a sexta rodada do Brasileirão, nenhum atacante auriverde balançou a rede. Algo que, para o comandante, pode ser resolvido primeiramente com solidez defensiva.

– Evidentemente não vamos nos desviar do objetivo que é o gol, pois é ele que vai nos dar pontos. Se não fizermos, vai ficar sempre zero a zero. Portanto, vamos dar conforto ao ataque, e para isso precisamos nos defender bem e não sofrer gol. Com a qualidade que temos, vamos acabar por marcar e ganhar jogos. Consistência defensiva, porque os ataques ganham jogos, mas as defesas ganham campeonatos.

Vindo de duas derrotas em sequência, o Cuiabá volta a campo na próxima segunda-feira, contra o Cruzeiro, em Minas Gerais, pela 7ª rodada do Brasileirão. O treinador português aguarda a regularização no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF para reestrear à beira do campo no comando do Dourado.

Fonte GE Esportes

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS