REDES SOCIAIS

29°C

Datafolha: 29% dos eleitores de Bolsonaro são de esquerda; Lula tem 23% de direita

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Mais de um quarto do eleitorado que pretende votar no presidente Jair Bolsonaro (PL) na eleição deste ano é de esquerda, segundo dados de pesquisa do instituto Datafolha, divulgados nesta segunda-feira (6) pelo jornal “Folha de S.Paulo”. Já o ex-presidente Lula (PT) , que lidera as pesquisas eleitorais, tem 23% de apoiadores do outro lado do campo ideológico: ou de direita ou de centro-direita.

Os dados são do último levantamento do instituto, feito de modo presencial com 2.556 pessoas com 16 anos ou mais nos dias 25 e 26 de maio. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O instituto classificou os entrevistados nos campos ideológicos com base em perguntas sobre temas que separam as visões de mundo ? drogas, armas, criminalidade, migração, homossexualidade, leis trabalhistas, papel do Estado e impostos.

Segundo o Datafolha, na classificação que leva em considerações critérios econômicos e de comportamento, o eleitorado do Lula está dividido da seguinte forma:

Eleitorado de Lula

  • Direita: 4%
  • Centro-direita: 19%
  • Centro: 18%
  • Centro-esquerda: 36%
  • Esquerda: 23%

O do presidente Bolsonaro, por sua vez, está dividido assim, na classificação que leva em considerações critérios econômicos e de comportamento:

Eleitorado de Bolsonaro

  • Direita: 21%
  • Centro-direita: 33%
  • Centro: 17%
  • Centro-esquerda: 22%
  • Esquerda: 7%

O instituto apontou que o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que aparece em terceiro lugar nas pesquisas, também tem eleitores de todos os campos ideológicos. A classificação leva em considerações critérios econômicos e de comportamento.

Eleitorado de Ciro

  • Direita: 5%
  • Centro-direita: 22%
  • Centro: 16%
  • Centro-esquerda: 33%
  • Esquerda: 25%

LEIA TAMBÉM:

Quando observados somente os critérios de comportamento, a divisão dos eleitorados aparece da seguinte forma:

Lula

  • Direita: 5%
  • Centro-direita: 23%
  • Centro: 20%
  • Centro-esquerda: 33%
  • Esquerda: 19%

Bolsonaro

  • Direita: 22%
  • Centro-direita: 40%
  • Centro: 17%
  • Centro-esquerda: 18%
  • Esquerda: 3%

Ciro

  • Direita: 5%
  • Centro-direita: 15%
  • Centro: 20%
  • Centro-esquerda: 37%
  • Esquerda: 22%

Quando observados somente os critérios econômicos, a divisão dos eleitorados aparece da seguinte forma:

Lula

  • Direita: 4%
  • Centro-direita: 15%
  • Centro: 24%
  • Centro-esquerda: 29%
  • Esquerda: 27%

Bolsonaro

  • Direita: 12%
  • Centro-direita: 21%
  • Centro: 27%
  • Centro-esquerda: 26%
  • Esquerda: 15%

Ciro

  • Direita: 10%
  • Centro-direita: 15%
  • Centro: 25%
  • Centro-esquerda: 25%
  • Esquerda: 24%

Esquerda cresce e direita diminui, segundo pesquisa

Dados da mesma pesquisa publicados no sábado (4) apontam que a identificação dos brasileiros com o espectro ideológico de esquerda cresceu para 49%, ante 41% apurado no último levantamento, realizado em 2017.

A pesquisa apontou os seguintes resultados:

  • 49% dos entrevistados se identificam com a esquerda; eles dividem-se da seguinte forma: 17% de esquerda e 32% de centro-esquerda
  • 17% dos entrevistados se identificam com o centro
  • 34% se identificam com a direita; eles dividem-se da seguinte forma: 9% de direita e 24% de centro-direita

Em 2017, quando foi realizado o levantamento anterior, 41% disseram se identificar com a esquerda, e 40%, com a direita.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS