REDES SOCIAIS

20°C

Datafolha: satisfação de morar no Brasil sobe de 59% para 74% em um ano

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Em um ano, a satisfação dos brasileiros em morar no Brasil subiu de 59% para 74%, enquanto o sentimento de orgulho de ser brasileiro passou de 77% para 83%, segundo a pesquisa Datafolha divulgada na sexta-feira (8), pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

Os dois resultados se aproximam do teto registrado pela série histórica, iniciada no ano 2000, pelo instituto.

O levantamento foi realizado na terça-feira (5) com 2.004 eleitores, em 135 cidades pelo país. A margem de erro é de dois percentuais para mais ou para menos.

?? Nível de satisfação em morar no Brasil

  • Ótimo/bom: 74%
  • Regular: 18%
  • Ruim/péssimo: 8%
  • Não sabem: 0

Segundo o Datafolha, 8% dos eleitores consideram o Brasil um local ruim para viver, o que representa uma estabilidade em relação à pesquisa de dezembro de 2022, que havia apontado 9%.

Já o percentual de brasileiros que consideram “regular” o fato de morar no país caiu de 33% para 18%.

Segundo o jornal “Folha de S.Paulo”, a correlação com o desempenho do governo não é automática: a satisfação deriva de outros fatores também, como o estado da economia, e o menor desemprego (7,6% no trimestre fechado em setembro) desde 2014.

A aprovação do governo Lula, por sua vez, se manteve estável o ano todo, chegando a este levantamento em 38%. “Na política, após a aguda turbulência dos atos golpistas do 8 de Janeiro, houve uma acomodação visível das tensões, embora isso seja mais intangível para a população”.

??Orgulho ou vergonha de ser brasileiro?

  • Com mais orgulho do que vergonha: 83
  • Com mais vergonha que orgulho: 16
  • Não sabem: 1

O orgulho de ser brasileiro também aumentou, passando de 77% para 83% em um ano, aproximando-se dos 89% registrados em novembro de 2010. Já o sentimento de vergonha em ser brasileiro caiu de 21% para 16% no período.

O momento em que a correlação quase se inverteu nesses 23 anos foi junho de 2017, durante o governo Michel Temer (MDB). Na ocasião, houve um inédito empate, com 50% dizendo ter mais orgulho do que vergonha de ser brasileiro e 47%, o contrário.

Na média das 32 pesquisas em que a questão foi colocada, 76% se dizem mais orgulhosos e 22%, mais envergonhados de sua condição de brasileiro.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS