REDES SOCIAIS

34°C

Delação de Ronnie Lessa foi decisiva para prender suspeitos de mandar matar Marielle

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A delação de Ronnie Lessa, já homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), foi fator determinante para a prisão dos suspeitos de terem encomendado a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), em 2018. O motorista Anderson Gomes também foi assassinado no mesmo episódio.

O ex-policial militar Ronnie Lessa está preso por, supostamente, ter sido o executor de Marielle e Anderson. Ele firmou acordo de delação com a PF, revelado nesta terça (19) pelo ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski.

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

“[A delação] Foi decisiva. Mas soma-se a outros elementos coletados na investigação”, disse um dos interlocutores dos policiais que comandam o inquérito.

Investigadores conseguiram, a partir da delação de Ronnie Lessa, confirmar outros indícios que já existiam no inquérito e fechar as chamadas “pontas soltas”.

O nome da operação deste domingo, “Murder Inc.”, faz referência a uma associação de crime organizado que agiu como braço armado de execuções a serviço das máfias de Nova York nos anos 1930.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS