REDES SOCIAIS

18°C

Depois de ‘bronca’ em reunião, Lula elogia Nísia e diz que ministra ‘fala manso’, mas tem credibilidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) elogiou a ministra da Saúde, Nísia Trindade, na manhã desta segunda-feira (8). Juntos em evento para anúncio de programas da área, no qual também foi vacinado contra a gripe (veja mais abaixo), Lula citou uma “bronca” que deu na ministra durante reunião em março.

À ocasião, o presidente disse que ela precisava “falar grosso”. Nesta segunda, o petista afirmou que, apesar de “falar manso”, Nísia tem credibilidade.

“Outro dia, em uma reunião dos ministérios, eu disse para Nísia que ela tinha que falar grosso [na] questão na saúde. Estava aquele problema dos hospitais do Rio de Janeiro. E a Nísia respondeu o seguinte: ‘Presidente, eu não posso falar grosso porque eu sou mulher, eu falo manso'”, afirmou Lula.

“Se é um homem falando, ele certamente ia falar grosso. E ia dar a impressão que estava falando de coisas que são inexequíveis, que são impossíveis de serem feitas. Eu acho que a Nísia falando manso do jeito que ela falou eu posso até achar, Nísia, que as pessoas podem até alguém não gostar de você, mas eu duvido que tenha alguém que não acredite em cada palavra que você fala”, continuou.

“Porque, não apenas pelo fato de ser mulher, mas também, mas é porque o seu jeito delicado de falar, sem rompante, sem tentar passar entusiasmo além daquilo que é o necessário, você consegue falar com a alma e com a consciência das pessoas.”

Segundo publicado no blog do colunista do g1 Valdo Cruz, na reunião ministerial de 18 de março, Lula reclamou com Nísia da demora do governo em reagir aos casos de dengue e da crise nos hospitais federais do Rio de Janeiro.

De acordo com interlocutores, o petista fez duras cobranças à ministra e levou Nísia a se emocionar e afirmar que sofria pressões políticas no cargo. Ainda segundo o blog, logo em seguida, então, o presidente fez uma defesa dela e disse que a ministra não sairia do cargo.

Vacina contra gripe

Lula, que tem 78 anos de idade, recebeu a dose da vacina contra gripe (influenza) após a apresentação da ministra da Saúde.

O petista, sem citar Jair Bolsonaro, ironizou que a vacina não transforma as pessoas em jacaré, em alusão à declaração do ex-presidente sobre os imunizantes contra Covid.

“Eu vou tomar vacina para incentivar o povo brasileiro a tomar vacina outra vez. Com a vacina, a gente não vira jacaré, a gente não vira o que a gente não quer. Vacina a gente evita pegar doenças que podem matar as pessoas”, disse Lula.

“Eu vou tomar a minha vacina aqui para incentivar todas as pessoas brasileiras, homens e mulheres, adolescentes e crianças que precisar, não ter medo de tomar vacina, porque a vacina é uma garantia de que você vai estar prevenido de doenças que podem te levar a morrer”, reforçou.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS