REDES SOCIAIS

19°C

Deputados federais de MT se manifestam contra escolha de Lula para comandar INCRA

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

Os deputados federais bolsonaristas de Mato Grosso, Amália Barros e José Medeiros, ambos do PL, se manifestaram contra a escolha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em colocar a ex-secretária de Agricultura de Sergipe e militante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), Rose Rodrigues, no comando do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA).

Nas redes sociais, Amália afirmou que o nome de Rose ‘tem tudo para dar errado’.

“A escolha de uma militante do MST para o comando do INCRA tem tudo para dar errado. É importante lembrar que no governo Bolsonaro, mais de 400 MIL FAMÍLIAS receberam os títulos de suas terras. Infelizmente vemos no (des) governo Lula mais uma indicação para atender a pedidos políticos, colocando em risco todo o bom trabalho já feito até aqui por Bolsonaro”, escreveu.

Já Medeiros, que está apenas com sua conta do Twitter ativa, afirmou que o MST é um ‘braço’ do Partido dos Trabalhadores (PT).

“O presidente do Incra é do MST, o MST é um braço do PT, o PT está na presidência da república… ligue os pontos”, disse.

Indicada por Lula

Lula bateu o martelo e avalizou a indicação de Rose Rodrigues, na última quinta-feira (16). A nomeação deve sair nos próximos dias.

Advogada e assistente social, Rose Rodrigues atuou nas gestões do ex-governador Marcelo Déda (PT) e foi professora substituta do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Sergipe. Ela também possui passagens por movimentos sociais ligados à luta do campo, como a Cáritas Diocesana de Propriá.

Com informações Carta Capital

 

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS