REDES SOCIAIS

35°C

?Ele achou que poderia ser maior que o partido?, diz vereador sobre Emanuel tentar ?tomar? MDB

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

O vereador por Cuiabá, Rogério Varanda (MDB), afirmou que o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), tentou dar um “passo maior que a perna” ao tentar “tomar” a presidência do diretório municipal da sigla das mãos da deputada estadual Janaina Riva (MDB), por meio de uma articulação direta com a presidência nacional do partido.

Em entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real, Varanda afirmou que Emanuel acreditou que fosse maior que o MDB de Mato Grosso, e viajou até Brasília para tentar fazer com que seu filho, deputado federal Emanuelzinho (MDB), conseguisse administrar o partido, desacatando as ordens do diretório estadual que ordenou que Janaina assumisse o comando.

“No momento, o que o prefeito quis fazer no MDB, o estadual não concordou. Ele tenta trazer candidatos de última hora. O partido precisa de respeito, a deputada Janaina luta por esse respeito. Ele achou que poderia ser maior que o partido, ele não é. O MDB é um dos partidos mais fortes do país. Não vai ser ninguém que vai bater o pé e dizer que manda, ele é democrático”, disse Varanda.

Ainda na entrevista, o parlamentar confirmou que integrará a chapa da direção provisória do diretório municipal da sigla, a pedido da própria Janaina Riva e que juntos trabalharão em cima da construção da base de reeleição e eleição de novos vereadores no pleito de 2024.

“Fui convidado para ser vice do municipal, pela deputada Janaina Riva e o presidente estadual Carlos Bezerra. Não posso dizer não a um partido que estou filiado nele, e não posso jogar fora essa chance”, finaliza.

A DISPUTA PELO DIRETÓRIO

Na semana passada, alguns veículos da mídia afirmaram que Emanuel foi até Brasília conversar com dirigentes nacionais do partido para tentar articular que Emanuelzinho gerenciasse o diretório municipal, contrariando a ideia da presidência estadual, que concedeu a responsabilidade para Janaina Riva.

Na ocasião, a deputada e Carlos Bezerra detonaram a atitude do prefeito e garantiram que dentro do partido o chefe do Alencastro não tem vez e voz.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS