REDES SOCIAIS

29°C

Em meio à escalada da Covid, Saúde de MT resiste em reativar leitos em Rondonópolis

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Mato Grosso vem enfrentado nas últimas semanas uma alta expressiva no número de casos e mortes em decorrência da Covid-19. O último boletim da Secretaria de Estado de Saúde – divulgado nesta segunda-feira (20/06) – revelou um aumento de mais de 120% no volume de óbitos pelo vírus, quando comparadas as duas últimas semanas.

A situação, no entanto, parece não receber a devida atenção por parte do Governo do Estado. O deputado Thiago Silva (MDB) voltou a cobrar a reativação de UTIs no Hospital Regional de Rondonópolis. Os leitos seriam destinados exclusivamente ao tratamento de pacientes com o coronavírus.

De acordo com o deputado, pacientes estão sendo transferidos para Primavera do Leste, tendo que percorrer mais de 130 km. Tanto o Hospital Regional, quanto a Santa Casa, possuem totais condições de receber investimentos do governo para a reativação dos leitos.

Na última semana, uma reportagem do G1 abordou depoimentos de médicos que atuam na unidade dando conta de que a situação dos pacientes pode ser agravada pelo deslocamento para conseguir atendimento.

Conforme o G1, a necessidade de deslocamento pode ter complicado a situação de Edsandra Pereira Coimbra Gomes, de 47 anos, que morreu por agravamento da Covid-19. À reportagem, os familiares disseram que a mulher precisou ser transferida para Primavera do Leste para conseguir o atendimento adequado, mas não resistiu.

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS