REDES SOCIAIS

35°C

Em resposta a carta, Lula convida Biden para visita ao Brasil ainda no primeiro semestre; veja trechos

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Em resposta a uma carta enviada pelo presidente americano Joe Biden, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) convidou o presidente para uma visita ao Brasil ?preferencialmente neste primeiro semestre?.

No texto da carta, obtida pela Globo News, o presidente brasileiro destaca o contexto dos 200 anos de relações diplomáticas entre Brasil e Estados Unidos e afirma que, em função disso, ?gostaria muito de convida-lo para visitar o Brasil, preferencialmente neste primeiro semestre? para que os dois possam ?celebrar a ocasião no mais alto nível e dar continuidade ao aprofundamento de nossa parceria?.

Poucos parágrafos depois, chegando ao fim da carta, Lula volta a dizer que ?gostaria muito de contar com a sua presença no Brasil?.

Troca de cartas

A mensagem do presidente do Brasil para Joe Biden foi enviada em 23 de janeiro. Antes disso, em 17 de janeiro, Biden escreveu para Lula. Como noticiou o blog da Natuza Nery, em sua carta, Joe Biden chama Lula de ?amigo? e diz que há muito a ser feito pelos dois presidentes.

A carta enviada pelo governo americano também diz que eles estarão “lado a lado para garantir que a democracia continue triunfando”.

Na mensagem, o presidente Joe Biden expressou concordância com o discurso de Lula no aniversário dos ataques golpistas de 8 de janeiro.

Ao reforçar a insistência para o convite da visita de Biden no primeiro semestre, o governo brasileiro considera que seria o momento oportuno para Lula reforçar o apoio a ele em uma ano de eleições nos Estados Unidos, com o presidente americano enfrentando uma dura campanha pela reeleição.

Agradecimento e defesa da democracia

A mensagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em resposta à carta enviada por Joe Biden começa agradecendo, sobretudo, as palavras ?a respeito dos atos antidemocráticos ocorridos em Brasília há pouco mais de um ano?.

Lula diz saber da própria experiência de Biden com ameaças similares e com o compromisso do presidente norte-americano ?com as instituições e as regras que salvaguardam a democracia?.

O texto também destaca o diálogo proveitoso que os dois países mantém desde 2023, após o início do mandato de Lula, e o fato de poder relançar — efetivamente — as relações entre Brasil e EUA ?com base na sintonia em defesa dos direitos humanos, desenvolvimento sustentável e da promoção das liberdades democráticas?.

Ao citar os 200 anos de relações diplomáticas entre Brasil e EUA, o conteúdo da mensagem reforça que o marco simboliza o novo momento de relações entre os dois países e que estão ?em pé de igualdade? ao procurar construir juntos soluções inovadoras para os grandes desafios globais.

?Esperamos que esse mesmo espírito guie nossa colaboração sobre a agenda do G20 durante a presidência brasileira?, menciona a carta de Lula.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS