REDES SOCIAIS

23°C

Emanuel evita polemizar sobre rusga entre PV e PT: ?a gente tem que respeitar o momento?

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), evitou polemizar sobre a rusga entre o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Verde (PV), que possuía como pré-candidato ao Governo o vice-prefeito José Roberto Stopa. Em live nas suas redes sociais, transmitida na última terça-feira (31), Emanuel destacou que esse é o momento para apresentar nomes para uma pré-candidatura.

O imbróglio teve início após membros do PT criticarem Stopa e afirmarem que o seu nome não agregava no projeto político da sigla. O diretório aprovou no último domingo (29) a pré-candidatura do professor Domingos Garcia na disputa ao Palácio Paiaguás, após a desistência de Stopa em disputar o pleito.

“A gente tem que respeitar o momento. O momento é de pré-candidaturas, então é natural um partido como o PT, um dos maiores partidos do país, tem um candidato ex-presidente da República que lidera as pesquisas. Então, é natural que haja um sentimento de candidatura própria, e tem que ser respeitado. Mas o momento é de apresentação de pré-candidaturas, que tem que ter viabilidade e serem construídas dentro da federação com o PT, PV e PCdoB e atrair mais partidos”, pontuou Emanuel.

A busca por um nome contra o projeto político de Stopa foi encabeçada pelo deputado estadual Lúdio Cabral (PT). Após as críticas dos colegas petistas, Stopa recuou na disputa ao Governo e afirmou que uma candidatura dentro da federação – que também inclui o PCdoB – é “complicada”, classificando o caso como uma traição.

Entretanto, Emanuel acredita que o momento seja de apresentação de nomes e discussão da viabilidade política do projeto.

“Eu não vejo problema, eu acho que o PT tem que apresentar os seus nomes, o PV tem que apresentar e o PCdoB. Até agora é hora de pré-candidaturas, eu acho que tem que apresentar nomes mesmo. Agora, vamos discutir a viabilidade, quem tem mais apelo, mais condições de unir forças políticas partidárias para alavancar forças em uma candidatura competitiva e uma nova opção para o nosso estado”, disse.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS