REDES SOCIAIS

35°C

Equipamentos apreendidos em ações ilegais vão para agricultura familiar

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

Maquinário apreendido em desmatamento

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (União Brasil), sancionou a lei 12.342/2023. Ela obriga o estado a doar para a agricultura familiar tratores e demais maquinários e equipamentos apreendidos no combate à extração de minérios e ao desmatamento ilegais.

A legislação é de autoria dos deputados Gilberto Cattani (PL) e Wilson Santos (PSD) e está em vigor desde o dia 5 de dezembro.

“As instituições responsáveis pela apreensão devem entrar em contato com a associação da agricultura familiar e concretizar a doação”, diz o artigo 2º.

Terão prioridade empreendimentos que não possuam tais equipamentos e não estejam envolvidos em degradação ambiental.

“A concessão dos incentivos à doação e à utilização das máquinas e equipamentos serão prioritárias às pequenas propriedades ou às propriedade que não possuam, além de terem preferência os empreendimentos que não ocasionam degradação ambiental”, diz o artigo 3º da lei.

“Antes, o órgão que fazia a apreensão, como a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), por exemplo, optava por destruir ou não os equipamentos. Agora, por iniciativa desta lei, os mesmos passam a ter um fim social e vão ajudar no desenvolvimento da agricultura familiar do nosso estado, responsável por cerca de 80% dos alimentos que chegam às mesas das famílias mato-grossenses. Gente que trabalha duro, honestamente, e que na maior parte das vezes não tem condições de adquirir tratores esses equipamentos para sua produção”, explicou Wilson Santos.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS