REDES SOCIAIS

17°C

Fábio critica impunidade a agressores e cobra legislação eficiente

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

Durante a audiência pública na Assembleia Legislativa para tratar sobre à violência doméstica, que vem em uma linha crescente no Estado, o secretário-chefe da Casa Civil de Mato Grosso, Fábio Garcia (União), cobrou a necessidade de uma legislação mais rígida e efetiva no combate a violência contra a mulher.

De acordo com Garcia, os agressores não temem as consequências dos atos em razão da impunidade empregada pelo judiciário do país, e que enquanto isso não mudar, o comportamento misógino prevalecerá.

“Não mudamos o comportamento da sociedade se houver ainda o sentimento de impunidade, em que o agressor agride e é libertado depois. Precisamos de uma legislação mais dura e mais eficiente, que não pareça funcionar só no papel, mas na prática”, disse Fábio.

Fábio destacou que além de penas severas e legislações eficientes na defesa das mulheres, há a necessidade da formação de uma sociedade que respeite a mulher.

“Sou pai de duas meninas e só há uma forma de demonstrar pra elas qual a tolerância que elas podem ter nos seus relacionamentos futuros que é a tolerância que eu exemplifico com minha esposa. Infelizmente, este pensamento ainda representa uma parcela pequena da nossa sociedade”.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS