REDES SOCIAIS

35°C

Fiscalização encontra R$ 5 milhões em medicamentos vencidos

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O Ministério Público e do Conselho Federal de Farmácia (CRF), encontraram em vistoria realizada na última quinta-feira (16) cerca de 5 milhões de medicamentos vencidos, armazenados fora do Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos (CDMIC). Os remédios foram achados após denúncia anônima à Promotoria.

Os medicamentos foram conferidos em relação ao princípio ativo, concentração, forma farmacêutica, lote e validade e foi visualizado: “Sulfato de Salbutamol 100mcg/dose aerossol Lote: KJ80236 Validade: 06/2020; Cloridrato de Tioridazina 100mg comprimido Lote: 1817210 Validade: 05/2020 e Paracetamol 500mg comprimido Lote: 18D02N Validade: 04/2020”.

“Os produtos, mesmo vencidos, não estão armazenados da forma correta, pois, em sua maioria, trata-se de produtos químicos, ou seja, poluentes. Há inúmeras caixas, assim como produtos fora das mesmas, caídos diretamente no chão do local. Assim como há caixas em pallets, porém, apresentando umidade, ou seja, vazamento do produto em seu interior, pois também foi observado que o empilhamento não respeita as especificações dos fabricantes (informada na própria caixa) e há vários tipos de caixas empilhadas umas sobre as outras. Em relação ao acesso do local, o mesmo se encontrava fechado com o uso de cadeado”, diz trecho do relatório.

Veja a nota da prefeitura na íntegra:

Sobre a inspeção realizada pelo Conselho Regional de Farmácia na Central de Distribuição de Medicamentos e Insumos de Cuiabá – CDMIC, a Secretaria Municipal de Cuiabá esclarece:

-Ainda permanecem em armazenamento no CDMIC algumas caixas contendo exemplares de medicamentos vencidos, que já foram objeto de apuração no ano de 2021;
-Em acordo com a legislação, o processo de descarte adequado já foi iniciado atendendo recomendações de auditorias externa (Tribunal de Contas do Estado) e auditoria interna (realizada pela Controladoria Geral do Município);
-As auditorias foram abertas em 2021 visando a identificação de responsabilidade sobre o vencimento dos medicamentos e serviram para o desenvolvimento de um plano de ação para correção do processo de logística dos medicamentos;
-Quanto aos equipamentos novos foram adquiridos para UPA Leblon que será inaugurada em breve e os usados estão em manutenção ou aguardando descarte final.

 

 

 

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS