REDES SOCIAIS

20°C

Governo reúne sala de crise sobre incêndios no Pantanal: ‘Sabíamos que este ano seria severo’, diz Marina

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Nesta segunda-feira (24) a sala de situação que acompanha as queimadas no Pantanal se reuniu pela terceira vez. O mecanismo, criado há 10 dias, é coordenado pela Casa Civil e participam também os ministérios do Meio Ambiente, Integração, Defesa e Justiça. Ao todo, 19 ministérios atuam nas ações contra desmatamento, incêndios e seca. Além do Pantanal, o bioma Amazônico também é monitorado.

Mais cedo, o Mato Grosso do Sul decretou situação de emergência nos municípios atingidos pelo fogo. Assim, o estado consegue executar ações emergenciais sem que haja licitações.

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, falou com a imprensa após a reunião.

“Tivemos a segunda reunião da sala de situação sobre estiagem na Amazônia e no Pantanal. Na Amazônia, leva a esforços de logística e abastecimento e Pantanal tem os incêndios. O Ministério do Meio Ambiente vem trabalhando desde outubro do ano passado. Já estamos operando em plenas condições de ações. Já estamos com a sala de crise montada”, afirmou a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva.

A ministra disse que o governo previa que este ano seria mais severo no Pantanal. Disse também que há reforço de brigadistas atuando no local.

“Já sabíamos que este ano seria severo. Em abril, decretamos emergência e contratamos brigadistas. Temos 175 brigadistas do Ibama, 40 do Instituto Chico Mendes, tem tropas da Marinha, temos 250 pessoas operando no território. Sem falar dos estados. Teremos adicional de 50 do Ibama e também da Força Nacional”, explicou a ministra.

No último domingo (23) a área queimada no Pantanal chegou a 627 mil hectares (480 mil hectares em MS e 148 mil, em MT), segundo dados da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Dados do Programa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), mostram que esse é o pior mês de junho no bioma desde quando a série histórica foi criada em 1998

Além da sala de situação, o governo federal também oficializou um pacto entre a união e os estados do Pantanal para cooperação entre os estados e estratégias de combate integrada.

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS