REDES SOCIAIS

23°C

Jayme defende liberação de filiados do União Brasil em disputa presidencial

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

Apesar de considerar “justa” a pré-candidatura ao Palácio do Planalto de Luciano Bivar, presidente nacional do União Brasil, o senador Jayme Campos defendeu na noite da última segunda-feira (30), durante a inauguração da sede da sigla em Cuiabá, que o partido libere os filiados na disputa presidencial.

“Eu que sugeri, libere, cada caso é um caso. Os problemas regionais têm que ser resolvidos aqui. Agora, uma candidatura do pré-candidato Bivar é mais do que justa, óbvio, evidente. Agora, tem os problemas regionais que o Diretório Nacional tem que entender, que tem que ser liberado os estados para apoiar ou fazer uma coligação que certamente seja boa aos candidatos do União Brasil”, enfatizou.

A defesa da liberação ocorre porque uma das maiores lideranças do partido, o governador Mauro Mendes – que deve disputar a reeleição neste ano – abriu diálogo junto ao PL e conseguiu apoio ao seu projeto político do presidente da República, Jair Bolsonaro.

O acordo foi chancelado após a visita do chefe de Estado a Cuiabá, no dia 19 de abril. Com o entendimento, o presidente chegou a pedir para que seus aliados – como o deputado federal José Medeiros – “baixem a temperatura” em relação a críticas ao Palácio Paiaguás.

Integrantes do partido já conseguiram ser liberados, segundo o jornal Estadão. Correligionários da sigla apontam que o objetivo da candidatura de Bivar é rachar a terceira via, que constrói a candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS), para conseguir apoio à reeleição de Bolsonaro.

O lançamento da pré-candidatura do presidente nacional do União Brasil está previsto para ocorrer nesta terça-feira (31), em Brasília.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS