REDES SOCIAIS

17°C

Justiça Federal do MS determina volta de Ronnie Lessa ao sistema prisional do RJ

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A Justiça Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, determinou que Ronnie Lessa, preso em uma unidade federal acusado de matar a vereadora Marielle Franco, volte ao Rio de Janeiro em até 30 dias.

A delação de Lessa foi utilizada como base da investigação da Polícia Federal que prendeu os suspeitos de serem os mandantes do crime.

O prazo de permanência na unidade terminou no dia 21 de março, segundo documento obtido pela TV Globo.

De acordo com a decisão do corregedor do presídio Federal de Campo Grande, o “juízo de Direito da 4ª Vara Criminal da Comarca da Capital – Rio de Janeiro/RJ não encaminhou a decisão de renovação de permanência no sistema penitenciário federal do preso

Lessa saiu do Rio de Janeiro em março de 2019, pouco depois de ser preso suspeito de matar a vereadora e o motorista Anderson Gomes. O crime foi cometido um ano antes.

O g1 e a TV Globo procuraram o Tribunal de Justiça do Rio, que não se manifestou até o momento.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS