REDES SOCIAIS

30°C

Léo Bortolin defende mudança no estatuto da AMM para impedir reeleições

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O prefeito de Primavera do Leste (242 Km de Cuiabá) e candidato à presidência da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Leonardo Bortolin (MDB), afirmou nesta quinta-feira (25), que busca alternativas para mudar o estatuto da entidade para não haja mais reeleições nas disputas pela presidência da associação.

Isso porque, a candidatura de Bortolin surge da oposição à candidatura de Neurilan Fraga, ex-prefeito da cidade de Nortelândia (228 Km de Cuiabá), que caso eleito, ocupará pela quinta vez a presidência da AMM.

“Minha candidatura nasceu dos cinco candidatos da oposição. […] Sentamos todos de maneira harmoniosa e discutimos em torno dessa renovação, eu entendo que todos os prefeitos possuem o desejo de contribuir com a AMM, por isso é importante também discutir a mudança do estatuto, não permitindo que se tenha mais reeleição e a recondução a entidade”, disse à imprensa.

Entre os nomes de oposição, estão os prefeitos: Rafael Machado, de Campo Novo do Parecis; Janilza Taveira, de São Félix do Araguaia; Edu Laudi, de Itanhangá; Nelson Paim, de Poxoréu e Marcelo Aquino, de General Carneiro.

Na ocasião, apesar de reconhecer a importância do trabalho desenvolvido por Neurilan na AMM, o emedebista criticou a postura do adversário em querer permanecer no cargo mesmo não sendo mais prefeito.

Permanência de Neurilan

Em 18 de novembro de 2014, Neurilian foi eleito presidente da AMM pela primeira vez, para o biênio 2015/2016. À época, ele era prefeito de Nortelândia, no entanto, com o decorrer dos anos, foi assumindo o cargo mesmo sem um mandato de prefeito.

Segundo o ex-gestor, a permanência é possível porque a AMM “é uma associação de municípios e não de prefeitos”.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS