REDES SOCIAIS

35°C

Lesa Pátria: veja quem são os presos em nova fase de operação contra atos golpistas em Brasília

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A Polícia Federal deflagrou na terça-feira (14) uma nova fase da operação Lesa Pátria, contra os atos golpistas do dia 8 de janeiro. Na ocasião, terroristas bolsonaristas invadiram e depredaram as sedes dos três Poderes, em Brasília.

Os mandados desta terça – oito de prisão preventiva e 13 de busca e apreensão – têm como alvo os vândalos que invadiram os prédios públicos. Fases anteriores da operação também miraram supostos financiadores e policiais militares suspeitos de colaborar com a ação golpista, por exemplo.

Veja quem são os presos:

Clesio Ferreira

Antonio Clesio Ferreira, professor e candidato derrotado a prefeito de Ouro Preto, foi preso na tarde desta terça-feira (14), suspeito de participar dos atos terroristas em Brasília, no dia 8 de janeiro. A defesa de Ferreira disse que repudia as acusações e afirmou que o ex-candidato esteve em Brasília no dia dos atos, mas não invadiu a Praça do Três Poderes.

José Ruy

Um vereador de Inhumas José Ruy Garcia, que aparece em um vídeo feito durante os atos de 8 de janeiro, foi preso e levado para Goiânia para prestar depoimento. No vídeo, que viralizou, Ruy é visto caminhando pelo telhado do Congresso, depois de furar o bloqueio que havia no acesso à Praça dos Três Poderes (veja abaixo).

O advogado Jackson Vagner Nascimento de Souza, assessor jurídico da Câmara Municipal de Inhumas, informou que o vereador em Brasília no dia 8 de janeiro, ?mas que não há envolvimento dele em atos de vandalismo?.


window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Rodrigo Raul Pereira Tara

Rodrigo Raul Pereira Tara, de 41 anos, foi preso nesta terça-feira (14), em Indaiatuba (SP). Fotos publicadas nas redes sociais mostram Rodrigo em Brasília durante o ato golpista de 8 de janeiro. Antes de deletar suas contas em redes sociais, ele fez uma postagem sobre o caso, negando ser terrorista e ter invadido os prédios públicos, mas afirmava “ter tomado bala de borracha na boca” e que “tirou selfie na frente do Congresso”.

A informação da prisão foi confirmada pela esposa dele ao g1, que também entrou em contato com a defesa de Tara e não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Também foram presos:

  • Celso Teixeira de Jesus, em Minas Gerais;
  • Laudenir Vieira Rodrigues, em Coronel Fabriciano (MG).

Operação Lesa Pátria

A operação Lesa Pátria é tratada pela PF como permanente e os suspeitos de participação e financiamento são investigados por seis crimes:

  • abolição violenta do Estado Democrático de Direito;
  • golpe de Estado;
  • dano qualificado;
  • associação criminosa;
  • incitação ao crime;
  • destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.

A qualificação dos crimes, porém, só deve ser feita ao fim das investigações, quando houver denúncia formal à Justiça pelo Ministério Público.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS