REDES SOCIAIS

16°C

Lula diz que medidas de socorro ao RS anunciadas nesta quinta são as primeiras: ‘Não termina aqui’

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que as medidas de socorro ao Rio Grande do Sul anunciadas pelo governo federal nesta quinta-feira (9) são as “primeiras”, e que o auxílio não termina com o que já foi divulgado.

O petista deu a declaração durante evento no Palácio do Planalto em que ministros do governo anunciaram um pacote de ajuda ao RS, que engloba a antecipação de pagamentos do Bolsa Família, auxílio gás, e também a restituição do IR para moradores do RS. Foi anunciada ainda a concessão de crédito com juros reduzidos.

“Foram as primeiras medidas de crédito. Isso não termina aqui. Temos que nos preparar porque a gente vai ter tamanho da grandeza dos problemas quando a água baixar e os rios voltarem à normalidade”, afirmou.

No pronunciamento, Lula também afirmou que o governo deve anunciar, na próxima segunda-feira (13), o acordo para a suspensão do pagamento da dívida do Rio Grande do Sul com a União. E, na terça (14), medidas para as pessoas físicas afetadas.

Durante discurso, Lula contou que uma vez a casa em que morava foi atingida por uma enchente. “Vocês não têm noção do que é uma casa quando a água vai embora. A quantidade de lama que fica, a quantidade de sanguessuga, de bactérias, de baratas mortas. É um inferno”, afirmou.

Ele também declarou que, para além das mortes, a perda material das pessoas mais humildes com as chuvas é “um verdadeiro sofrimento”.

“Muita gente acha que a televisão é uma pequena coisa, que não tem muita importância. Mas, para uma pessoa mais humilde, a televisão é um patrimônio. O fogão é um baita patrimônio, a geladeira então, nem se fala”, afirmou o petista.

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Resgate de equino

Também no discurso, Lula comentou o resgate de um equino que estava há mais de um dia ilhado em um telhado na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul. Ele contou que foi informado pela primeira-dama, Janja da Silva, que o animal havia sido restado pela Defesa Civil.

“Ontem à noite fui dormir inquieto com a imagem de um cavalo em cima de um telhado. Fico imaginando, se o cavalo pensasse, o que estaria pensando sozinho, em cima de um telhado, não sei como telha não quebrou. Hoje fiquei sabendo que já salvaram o cavalo. Espero que ninguém monte naquele cavalo durante um bom tempo, porque ele merece um bom descanso”, afirmou Lula.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS