REDES SOCIAIS

22°C

Lula envia Celso Amorim a Moscou e Paris para conversas sobre a guerra na Ucrânia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O chefe da Assessoria Especial da Presidência da República, Celso Amorim, retornou ao Brasil neste domingo (2) após visitar a Rússia e a França.

Em Moscou, o ex-chanceler se reuniu com assessores próximos ao presidente Vladimir Putin. Já no retorno, fez uma parada em Paris, onde também se encontrou com auxiliares do presidente Emmanuel Macron.

Segundo fontes do Palácio do Planalto, as conversas com representantes do governo russo giraram em torno da possibilidade de o Brasil intermediar um acordo de paz entre Rússia e Ucrânia. 

No fim de março, o chanceler Mauro Vieira se reuniu com o ministro de Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, durante reunião do G-20, na Índia.

Os dois também trataram das tentativas de paz e sobre a visão da Rússia sobre o conflito no Leste Europeu. Lavrov tem uma visita a Brasília no dia 17 de abril.

Antes disso, já na próxima semana, Lula deve ir em viagem oficial à China ? o compromisso estava previsto para o fim de março, mas foi adiado por questões médicas.

Lula deve se encontrar com Xi Jinping, que esteve com Putin na última semana. Veja detalhes sobre esse encontro no vídeo abaixo:


window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Parada ‘estratégica’ na França

A ida do assessor especial da Presidência da República a Paris foi estratégica. Segundo fontes, para ‘equilibrar’ a atenção dada aos dois lados do conflito na Ucrânia, já que uma visita ao país presidido por Volodymyr Zelensky não era considerada viável.

Em março, durante a cúpula franco-britânica, a França reforçou seu apoio à Ucrânia na guerra.

O presidente francês deve vir ao Brasil ainda neste semestre para participar da Cúpula da Amazônia ? reunião que vem sendo articulada pelo presidente Lula (PT) com os países que têm território no bioma.


window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS