REDES SOCIAIS

33°C

Lula inicia atuação como cabo eleitoral e sobe no palanque com Boulos em SP

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Após encerrar um ciclo de viagens para o exterior, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai dar a largada na sua atuação como cabo eleitoral ainda em 2023. Nos próximos dias, Lula irá a São Paulo para um evento com o deputado federal Guilherme Boulos, pré-candidato do PSOL à capital paulista. Antes, o presidente viaja a Vitória (ES), onde participa de uma inauguração de obra com o deputado estadual João Coser, pré-candidato do PT na cidade.

Na sexta-feira (8) passada, durante a conferência do PT, Lula afirmou que iria se engajar nas eleições municipais, agindo como cabo eleitoral. O presidente também disse que as eleições municipais vão repetir a polarização de 2022 entre ele e Jair Bolsonaro.

O evento com Boulos está marcado para o próximo sábado (16). Lula participa da cerimônia de entrega de unidades do programa Minha Casa Minha Vida em Itaquera, na Zona Leste da capital. O Palácio do Planalto tenta organizar a estrutura do evento para receber cerca de cinco mil pessoas, grande parte delas de movimentos sociais ligados ao PT e ao PSOL.

Entre os ministros que confirmaram presença está Jader Filho, das Cidades, que é do MDB, mesmo partido do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes. A assessoria do prefeito informou que a agenda de Nunes para o sábado ainda não está fechada. A presença dele, no entanto, é improvável porque o público será formado por apoiadores e simpatizantes de Boulos.

Lula recebeu o deputado do Psol na manhã desta quarta-feira (14) no Palácio do Planalto. O encontro, inicialmente, não estava na agenda do presidente.

Terreno foi ocupado na Copa

O conjunto habitacional é apelidado de ?Copa do Povo? e será destinado a famílias ligadas ao MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), entidade que já foi dirigida por Boulos. O terreno em que as unidades estão sendo construídas foi ocupado pelos sem-teto em 2014, às vésperas da Copa do Mundo no Brasil. A área fica perto da Arena Corinthians, estádio que sediou jogos do Mundial.

Curiosamente, na época que o terreno foi ocupado, o MTST organizou uma série de protestos com críticas à Copa do Mundo e ao governo da então presidente Dilma Rousseff. O movimento fazia uma espécie de oposição à esquerda ao governo federal e, por essa razão, costumava ser criticado por dirigentes petistas.

Hoje, o cenário mudou completamente. Lula foi o maior fiador do apoio do PT a Boulos, contrariando uma ala do partido que defendia uma candidatura própria. O presidente, inclusive, está envolvido diretamente em uma articulação para que Marta Suplicy deixe o MDB e migre para o PT para que ela seja vice de Boulos.

Lula já conversou por telefone com Marta sobre esse assunto, conforme a própria fez questão de afirmar em um grupo de aplicativo de mensagens de simpatizantes do PT. A expectativa é que os dois ainda tenham um encontro presencial, possivelmente ainda esse ano, para tratar do assunto.

Segundo dirigentes petistas, há uma avaliação de que a mágoa dentro do partido em função de ações de Marta no passado já ficou para trás e a resistência ao nome dela é residual. Ela trocou o PT pelo MDB e votou a favor do impeachment de Dilma Rousseff em 2016.

Vitória

Na sexta-feira, Lula estará em Vitória para inaugurar o ?Contorno do Mestre Álvaro?, uma obra viária com recursos do governo federal, via PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), e também do governo estadual.

O presidente estará ao lado de João Coser, que já foi prefeito da capital capixaba por duas vezes. Coser é considerado pelo PT um nome competitivo, com chances de vitória, na disputa à prefeitura da cidade.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS