REDES SOCIAIS

28°C

Lula sugere a Alckmin levar premiê japonês a churrascaria para que Japão passe a importar carne do Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sugeriu nesta sexta-feira (3) ao vice-presidente Geraldo Alckmin que leve o primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, a uma churrascaria para que o país oriental passe a importar carne brasileira.

O petista deu a declaração ao lado de Kishida, que está no Brasil em visita oficial. Antes de um pronunciamento à imprensa, Lula e o japonês tiveram uma reunião fechada. A inserção de produtores brasileiros no mercado de carne bovina japonês foi um dos tópicos discutidos no encontro entre Lula e Fumio Kishida.

“Eu não sei o que vocês jantaram ontem [quinta-feira], mas, pelo amor de Deus, se tiverem em São Paulo, Alckmin, você que foi governador do estado, você é o ministro de Desenvolvimento, você é o vice-presidente, leve o primeiro-ministro Fumio para comer um churrasco no melhor restaurante de São Paulo, para que na semana seguinte ele comece a importar a nossa carne”, brincou Lula.

O presidente acrescentou que a carne brasileira é de qualidade e “mais barata” do que a comprada pelos japoneses.

“O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, ele faz um churrasco que, se o primeiro-ministro comesse, não ia querer voltar para o Japão”, completou Lula.

Segundo o Palácio do Planalto, o Japão importa 70% da carne bovina que consome e, desse total, 80% é fornecido por Estados Unidos e Austrália. Por isso, o governo brasileiro tem um interesse histórico em entrar nesse mercado.

O Planalto afirma ainda que o Brasil quer ampliar a importação de carne suína para o Japão. Atualmente, apenas o estado de Santa Catarina é habilitado para esse comércio.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS