REDES SOCIAIS

33°C

Mais de 600 mil soldados russos estão atuando na Ucrânia, diz Putin

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O presidente Vladimir Putin disse nesta quinta-feira (14) que um total de 617 mil soldados russos estão atualmente lutando na Ucrânia, desses 244 mil foram convocados no decorrer do conflito.

Durante seu discurso de fim de ano feito para a imprensa, ele descartou a necessidade de outra onda de mobilização, assim como foi feita em setembro de 2022.

“Não há necessidade, já que todos os dias 1.500 homens estão sendo recrutados para o exército russo”, disse ele.

Putin também disse que seus objetivos na Ucrânia (desnazificação, desmilitarização e um status neutro) permanecerão os mesmos e que não haverá paz até que sejam alcançados.

?Desnazificação? refere-se às alegações da Rússia de que o governo ucraniano é fortemente influenciado por grupos nacionalistas radicais e neonazistas.

Putin também exigiu que a Ucrânia permanecesse neutra ? e não aderisse à aliança da OTAN.

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Nesta edição do discurso, cidadãos poderiam registrar por telefone perguntas para o presidente russo, assim como os jornalistas.

A aparição de Putin destina-se principalmente ao público interno e será uma oportunidade para ele resolver pessoalmente os problemas dos cidadãos russos comuns e reforçar o seu controlo no poder antes das eleições de 17 de março.

O presidente russo, que está no poder há quase 24 anos anunciou recentemente que irá se candidatar à reeleição.

?Para a maioria das pessoas, esta é a sua única esperança e possibilidade de resolver os problemas mais importantes?, de acordo com uma reportagem da televisão estatal no canal Russia 1.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS