REDES SOCIAIS

17°C

Mauro confirma conclusão da instalação de radiocomunicação digital no Estado

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

O governador Mauro Mendes (União Brasil) comemorou nesta segunda-feira (27) a conclusão de instação da Rede Digital de Radiocomunicação que auxiliará nos trabalhos da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).  A radiocomunicação digital começou a ser implantada em 2020 e já está concluída em 100% dos municípios de Mato Grosso, com um investimento de mais de R$ 90 milhões.   

“É um trabalho extremamente importante para garantir a melhor condição operacional das nossas forças de segurança. Agora temos uma comunicação eficiente na Segurança e essa fluidez reflete na melhoria da qualidade e na rapidez para atender os mato-grossenses. É segura, confiável e com ampla cobertura para os 142 municípios e os 27 distritos do Estado”, enfatizou.    Com a nova tecnologia, Mato Grosso se tornou o estado mais digital em extensão territorial do país.

Para atender todos os municípios, foram adquiridos 4.500 terminais de rádios digitais e cerca de 3 mil servidores de segurança foram capacitados.   

O secretário de Segurança Pública, César Roveri, afirmou que o investimento feito é um legado que a gestão Mauro Mendes deixa para a segurança de Mato Grosso.   

“Nós saímos da era analógica e passamos para a era 100% digital, com criptografia de ponta a ponta. Isso garante mais segurança e tranquilidade nas operações das forças de segurança, porque impede que usuários não autorizados acessem e roubem as informações. É um legado que o governador Mauro Mendes deixa para o Estado”, disse. 

O deputado federal coronel Assis também parabenizou a gestão pelo marco histórico que a nova ferramenta deixa para o Estado.

“Vivi quase 30 anos na segurança pública. Operei na fronteira e no interior do estado, sei o quão difícil é a falta de comunicação. Hoje nós viramos a chave dessa história. Não se trata de heranças, porque a herança se vende e se perde, mas sim de um legado para as futuras gerações”, afirmou.    

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS