REDES SOCIAIS

19°C

Mauro manda Pivetta resolver comando da Seaf e descarta grandes mudanças no staff

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

GOVERNADOR E VICE

 

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (União Brasil), afirmou que pediu ao vice-governador, Otaviano Pivetta (Republicanos), resolver as articulações e decidir quem ocupará o cargo de secretário-geral da Secretaria de Agricultura Familiar (Seaf), deixado pela ex-deputada federal Teté Bezerra (MDB) há quase uma semana.

Durante coletiva à imprensa nesta quarta-feira (24), o governador disse que o assunto é tratado com paciência, em razão da importância da pasta. 

“Ainda não foi definido. Eu vou discutir com o vice-governador Otaviano Pivetta, porque eu pedi a ele que nos ajudasse conduzindo essa pasta. E eu irei dialogar com ele sobre os critérios que serão adotados. Todos sabem que o governo sempre observa o desempenho dos secretários”, disse Mauro Mendes.

Questionado sobre uma eventual grande mudança em seu Staff, em razão da saída definitiva de Mauro Carvalho (União Brasil) e a manutenção de Fábio Garcia (União Brasil) no comando da Casa Civil, além da saída repentina de Teté, o governador descartou a possibilidade, mas ressaltou que nos próximos dias deverá se reunir com os secretários para definir ajustes e melhorias em cada pasta.

“O meu radar sempre está ligado, com respeito à imprensa, mas eu não fico vazando informações. Começo hoje uma série de reuniões com cada um deles. Uma mudança sempre é possível, mas não existe uma grande reforma. O governo caminha bem, existem pontos de melhorias em todas as áreas. Qualquer um pode melhorar, mas não existe mudanças previstas”, afirmoou o governador.

SAÍDA DE TETÉ

A notícia de que Teté deixou a equipe de Mauro Mendes começou a repercutir na imprensa na noite de 17 de janeiro, e veio a ser confirmada na manhã do dia seguinte. A ex-secretária alegou problemas pessoais e pediu exoneração do cargo.

Teté Bezerra tem extensa carreira política em Mato Grosso, foi eleita três vezes deputada federal. Em 2010, se elegeu deputada estadual e, durante o mandato, assumiu a então Secretaria de Turismo do Estado, de 2011 a 2013. 

De 2018 a 2019, foi presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). Em 2022 foi nomeada a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar, onde permaneceu até a semana passada.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS