REDES SOCIAIS

28°C

Michelle Bolsonaro se filia ao PL, informa partido

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O PL informou nesta quarta-feira (25) que a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, se filiou ao partido. O presidente Jair Bolsonaro também se filiou à legenda, no ano passado, para disputar a reeleição.

A informação sobre a filiação de Michelle Bolsonaro foi publicada pelo colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo“, e confirmada ao g1 pelo partido.

O g1 questionou à assessoria da primeira-dama por qual motivo ela se filiou ao PL e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

A advogada Caroline Lacerda, sócia do escritório Lacerda e Vieira de Carvalho, que atende ao PL, informou que, para o partido, com a filiação, a primeira-dama poderá aparecer na propaganda partidária do PL que será veiculada no rádio e na TV. Caroline Lacerda também disse ao g1 entender que Michelle Bolsonaro não pode se candidatar neste ano.

Isso porque o artigo 14 da Constituição diz que: “São inelegíveis, no território de jurisdição do titular, o cônjuge e os parentes consanguíneos ou afins, até o segundo grau ou por adoção, do presidente da República, de governador de estado ou território, do Distrito Federal, de prefeito ou de quem os haja substituído dentro dos seis meses anteriores ao pleito, salvo se já titular de mandato eletivo e candidato à reeleição.”

O jornal “O Globo” informou que Michelle é considerada “peça estratégica” para atrair o eleitorado feminino à campanha de Bolsonaro e precisou se filiar para poder participar do programa partidário do PL que vai ao ar no próximo mês.

Presidido por Valdemar Costa Neto, o PL é o nono partido do presidente Jair Bolsonaro em sua carreira política. O deputado Eduardo Bolsonaro (SP) e o senador Flávio Bolsonaro (RJ), filhos do presidente da República, também se filiaram ao PL.

Além disso, aliados políticos de Bolsonaro eleitos em 2018 pelo extinto PSL (atual União Brasil) também migraram para o partido de Valdemar.

Primeira-dama

Michelle Bolsonaro tem 40 anos e tem uma filha com o presidente da República, chamada Laura.

Neste ano eleitoral, a primeira-dama é vista por aliados de Bolsonaro como um dos ativos da campanha do presidente para buscar votos junto aos eleitorados feminino e evangélico.

Michelle participa de ações voltadas para o direito de pessoas com deficiência e, na posse de Bolsonaro, por exemplo, discursou em Libras (Língua Brasileira de Sinais).

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS