REDES SOCIAIS

35°C

Michelly diz estar “firme e forte” no União Brasil, mas avisa que 2024 apenas começou

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

MICHELLY ALENCAR.jpeg

 

A vereadora por Cuiabá, Michelly Alencar, filiada ao União Brasil, garantiu que se mantém “firme e forte” no partido, pelo menos pelos próximos meses. Em entrevista à imprensa, Alencar garantiu ter uma boa convivência com seus correligionários, no entanto, ressaltou que o ano está apenas começando e que toda decisão envolvendo troca de partido se dará em abril, no período das convenções partidárias.

Aos jornalistas, Michelly lembrou que continua com o mesmo pensamento que no ano passado, quando foi convidada por diversos partidos como o Partido Liberal a integrar o “banco da direita”.

“Meu posicionamento continua o mesmo, permaneço no União Brasil. 2024 está só começando, sem rusgas e eu não levo nada para o pessoal. Por enquanto estou aqui, a janela partidária começa em abril e se tiver qualquer mudança a gente vai pensar só lá na frente”, explicou a parlamentar.

A vereadora pontua ainda que enxerga uma disputa acirrada para o pleito de 2024, mas que seguirá na sigla comandada pelo governador Mauro Mendes.  

“A chapa vai ser pesada, a gente percebe que na nova legislatura teremos uma chapa pesada na maioria dos grandes partidos, inclusive nos que me fizeram convites no ano passado. Alguns com chapas femininas, outras no geral”, finaliza Alencar.      

“ASSÉDIO” PARTIDÁRIO

No ano passado, em novembro, o deputado federal e presidente do PL em Cuiabá, Abílio Brunini, revelou ter insistido na filiação de sua ex-colega de parlamento. Na ocasião, Brunini contou ter escutado que o União Brasil não estava “dando valor” a vereadora e que no PL seria bem-vinda.

“Eu liguei para ela, o PL tem interesse e se ela tiver disposição de vir, o PL estará de portas abertas. Acredito que ela ficou bem agradecida, mas me explicou que tem compromisso político com o governador, e tem um respeito grande. Ela ficará no União Brasil, eu entendi e ela foi muito leal. A gente fez o convite com base no que foi apresentado na mídia”, disse Abílio em 10 de novembro.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS