REDES SOCIAIS

17°C

Moraes vai ouvir a PGR sobre resposta de Bolsonaro no caso da embaixada húngara e depois tomará decisão

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), vai ouvir a Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a resposta que ex-presidente Jair Bolsonaro deu no caso da hospedagem na embaixada da Hungria.

Depois que a PGR se manifestar — tem 5 dias para isso — o ministro deverá tomar uma decisão sobre o caso.

Na segunda-feira (25), o jornal The New York Times revelou que Bolsonaro foi para a embaixada da Hungria poucos dias após ter tido o passaporte apreendido pela Polícia Federal na operação sobre tentativa de golpe de Estado.

Nesta quarta-feira (27), o ex-presidente afirmou em ofício a Moraes que foi para a embaixada tratar de temas políticos.

Também disse que é “ilógico” sugerir que ele foi à embaixada pedir asilo ou para fugir de investigações.

De acordo com o direito internacional, o terreno de uma embaixada é de soberania do país representado. Por isso, eventuais agentes brasileiros só poderia chegar a Bolsonaro com autorização do governo húngaro.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS