REDES SOCIAIS

29°C

Morre aos 68 anos, o ex-deputado estadual Pedro Satélite

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

Morreu na madrugada desta sexta-feira (05), o ex-deputado estadual Pedro Satélite (PSD) vítima de um câncer no pâncreas.  O parlamentar estava internado no Hospital São Mateus, em Cuiabá. Pedro Satélite  tinha 66 anos e deixa esposa e quatro filhos.

A confirmação da morte do ex-deputado foi feita pelo líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Dilmar Dal Bosco (União Brasil), disse que ficou chocado com a morte do ex-colega, a quem classificou como um político de bandeiras expressivas e muito trabalhador

“Conheci Satélite antes mesmo de eu ser político,  quando ele já era deputado. Vi suas lutas e batalhas, especialmente, pela pavimentação da BR-163 Pará/Mato Grosso. Sempre foi muito trabalhador, participava de todas as sessões. Um amigo. Estou muito triste”, declarou à um site de Cuiabá. 

O velório de Pedro deverá acontecer na Assembleia Legislativa até o fim da manhã desta sexta-feira (05).

Trajetória

Pedro Inácio Wiegert, conhecido como Pedro Satélite, 68 anos, nasceu em Dionísio Cerqueira (Santa Catarina), era casado, pai de quatro filhos e chegou em Mato Grosso, em 1978, onde expandiu os negócios como empresário do ramo de transporte de passageiros. A empresa Transportes Satélite, da qual era sócio, foi uma das primeiras a atuar no norte do Estado, realizando o transporte de migrantes do Sul do país para colonizar o norte do Estado.

Foi daí que veio o sobrenome Satélite. Pedro Satélite iniciou a vida pública, em 1986, em Guarantã do Norte, onde foi vice-prefeito e prefeito. Em 1990 disputou pela primeira vez uma cadeira na Assembleia Legislativa, alcançando a primeira suplência, vindo a exercer o mandato pelo período de três meses.

Em 1994 foi eleito deputado estadual, reelegendo-se em 1998 e 2002. Nas eleições de 2006, Pedro Satélite obteve 19.452 votos e ficou na primeira suplência vindo a assumir o mandato por alguns meses. E na eleição de 2010, ficou novamente na primeira suplência, mas, em 2013, assumiu como titular. Em 2014, o parlamentar, candidato pelo Partido Social Democrático (PSD), foi reeleito deputado estadual com 20.120 votos.

Pedro Satélite iniciou a vida pública, em 1986, em Guarantã do Norte, onde foi vice-prefeito e prefeito. Em 1990 disputou pela primeira vez uma cadeira na Assembleia Legislativa, alcançando a primeira suplência, vindo a exercer o mandato pelo período de três meses.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS