REDES SOCIAIS

33°C

MT aproxima de convenções com seis nomes ao Governo e sem definição

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O Estado de Mato Grosso entra na semana das convenções partidárias com seis nomes na disputa ao Governo e sem definições. Apontado como favorito, o governador Mauro Mendes (União Brasil) deve disputar a reeleição.

No entanto, aguarda o aval da primeira-dama Virgínia Mendes que passou recentemente por cirurgia para retirada de um tumor no pâncreas. Virgínia já anunciou estar curada e pode, a qualquer momento dar sua resposta pelo sim ou pelo não de Mauro na corrida eleitoral.

Pela oposição, o nome apresentado há mais tempo é o da ex-reitora Maria Lúcia Cavalli Neder (PCdoB) junto aos partidos da esquerda na Federação Brasil da Esperança (PCdoB, PT e PV).

Também são citados como possíveis pré-candidatos o ex-deputado e ex-prefeito de Rondonópolis Percival Muniz (MDB) e mais recentemente o do senador licenciado Carlos Fávaro (PSD).

Percival foi apresentado ao grupo de esquerda pela ala insatisfeita do MDB cujas lideranças têm manifestado apoio à reeleição de Mauro. Na Federação, recentemente foi citado o nome do senador licenciado Carlos Fávaro (PSD). Até mesmo o deputado federal Neri Geller (PP), apresentado para disputa ao Senado, foi cogitado para o Governo.

Com ensaio ainda incerto para a disputa ao Paiaguás, também são lembrados o vereador de terceiro mandato Lilo Pinheiro (PDT) e o suplente de deputado federal Vitório Galli (PTB).

O período definido pela Justiça Eleitoral para a realização das convenções partidárias tem início próxima quarta-feira (20) e segue até 5 de agosto. São duas semanas para definições, mas as negociações, deflagradas meses antes, seguem aceleradas.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS