REDES SOCIAIS

29°C

Mulher ‘sologâmica’ casa consigo mesma na Índia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Uma mulher de 24 anos casou consigo mesma na quarta-feira (9) na Índia. Segundo ela, esse é o primeiro caso de “sologamia” da história do país.

A cerimônia de Kshama Bindu foi quase completa. Teve todos os costumes típicos de um casamento hindu. Ela usou vermelho. Pintou o corpo com henna. Colocou a mangala sutra, que é uma espécie de colar que simboliza o compromisso, parecido com a função da aliança nos casamentos ocidentais. Acendeu fogo e fez rituais para os deuses. Só faltou o noivo e um sacerdote para celebrar o matrimônio.

?Após o meu casamento, eu estava muito feliz. Aquilo quesempre quis finalmente tinha acontecido?, disse Bindu.

Um vídeo compartilhado por Bindu mostra seus familiares e amigos participando da pequena celebração feita dentro de sua casa. (veja acima)

Casamento controverso

Segundo a imprensa da Índia, Bindu gerou uma comoção nacional quando anunciou que iria se casar. A cerimônia estava marcada para o dia 11 de junho, mas ela antecipou para não ter problemas.

O plano inicial era se casar em um templo e teria a presença de um sacerdote, mas ela disse que ele recuou após saber das polêmicas.

Em uma entrevista para o canal NDTV (New Delhi Television), Bindu disse que sua intenção era quebrar estereótipos e inspirar quem está cansado de procurar o verdadeiro amor.

Para o jornal ?The Times of India?, ela disse que realizou um sonho, que era ser noiva, não uma esposa. Ainda com a vantagem, segundo ela, de não ter que se mudar para a casa do marido após a festa.

Após o casamento, ela publicou um vídeo nas redes sociais agradecendo quem lhe deu os parabéns e criticando quem a estava atacando nos comentários.

Kshama Bindu se identifica como uma pessoa bissexual e disse que nada impede que futuramente ela tenha um relacionamento. A cerimônia de casamento foi simbólica e não ter qualquer valor legal na Índia. Para ela, representou o “amor incondicional por si mesma”.

Para terminar as celebrações, Bindu passará duas semanas em Goa, no litoral da Índia. Ela só não disse se a viagem de lua de mel também será desacompanhada.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS