REDES SOCIAIS

14°C

Natasha diz que não vê lógica em escolha da Federação por Neri

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

A candidata ao Senado, Dr. Natasha Slhessarenko (PSB), afirmou nesta segunda-feira (1), que o cenário “lógico” para a escolha da Federação Brasil da Esperança, formada por PT, PV e PCdoB, em apoiar um candidato ao Senado, seria a sua candidatura, visto que, pertence a mesma sigla de Geraldo Alckmin, vice na chapa de Lula (PT).

No entanto, não foi o que ocorreu. Em Mato Grosso, a Federação optou em escolher o deputado federal e pré-candidato ao Senado, Neri Geller (PP).

“A Federação escolheu o Neri, eu até não consigo ver lógica nisso, né? A Federação escolheu outro candidato, não foi a doutora Natasha. O que era o mais lógico a seguir? A orientação nacional. O PSB sendo vice, poderia ter aqui uma candidata, mas não foi essa a escolha”, disse ela.

Segundo ela, Neri pertence ao chamado “Centrão”. O parlamentar durante todo o seu mandato, esteve “alinhado” ao governo Bolsonaro (PL), que enfrentará Lula na corrida eleitoral deste ano.

“O Lula tá apoiando, a Federação na verdade está aí apoiando o outro candidato, que é da coluna vertebral do eixo do centrão, que é o PP, o partido de Ciro Nogueira. É o partido de Arthur Lira. Então, existe aí alguns contrassensos, mas que fazem parte infelizmente da política”, acrescentou.

Conforme o presidente do PSB em Mato Grosso, Max Russi, declarou que irá respeitar as orientações da Nacional e apoiar a chapa Lula-Alckmin no estado. Porém, Russi articula a ida de Natasha ao palanque de Mendes, que estará com Bolsonaro. 

A fala realizada durante entrevista à Rádio Capital.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS