REDES SOCIAIS

12°C

Natasha nega recuo em pré-candidatura ao Senado e ?sugere? Neri como seu suplente

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

A médica Natasha Slhessarenko (PSB), negou mais uma vez nesta quarta-feira (11) um possível recuo em sua pré-candidatura ao Senado, para disputar uma vaga na Câmara Federal. Questionada sobre os rumores de que poderia ser candidata a deputada federal para que o partido apoiasse a pré-candidatura de Neri Geller ao Senado, Natasha sugeriu que o rival político “seria um excelente suplente”.

“Sobre aquela perguntar de eu compor, conversar com o Neri. Acho que o Neri seria um excelente suplente de Senado, volto a reforçar que é sim possível que a gente converse, se entenda. Afinal, política é a arte do entendimento, do diálogo, da conversa, sempre pensando no bem maior da coletividade”, enfatizou no Jornal da CBN Cuiabá.

Antes da filiação da médica ao PSB, que ocorreu no final de março, o presidente da sigla em Mato Grosso, o deputado estadual Max Russi, chegou a participar de alguns eventos defendendo a candidatura de Neri. Contudo, com o projeto de Natasha, o PSB recuou o apoio e está construindo a pré-candidatura da médica.

Segundo Natasha, o apoio de Russi e do PSB já está fechado entorno do seu projeto, inclusive com diversas agendas em municípios no interior do estado.

“Eu acabei de ver uma reportagem [falando que] Russi diz que apoio a Natasha está selado e descarta apoio a Neri. Isso é o que realmente está acontecendo. Como eu te falei, o presidente Max Russi tem sido extremamente acolhedor, onde ele vai, ele me leva, amanhã vamos sair para uma agenda bem caprichada no interior com vários municípios, e isso tem me deixado muito tranquila e segura com o presidente do partido e do presidente”, enfatizou.

Apesar da “sugestão” de que Neri encare uma suplência, é pouco provável que o deputado federal desista do projeto ao Senado. Atualmente, o pré-candidato possui um forte apoio dentro do PP, sendo “apadrinhado” pelo ex-governador Blairo Maggi, ao lado de partidos como o MDB, PSD, PSDB e até com alguns membros do União Brasil, como o deputado estadual Dilmar Dal Bosco.

Outro lado

A reportagem do tentou entrar em contato com o deputado federal Neri Geller para questioná-lo sobre a possível composição, mas não obteve retorno. O espaço segue aberto para possíveis manifestações.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS