REDES SOCIAIS

26°C

Neri oferece suplência na chapa para o Senado à Natasha: ?o diálogo está aberto?

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

Neri Geller (PP) e Natasha Slhessarenko (PSB)

O deputado federal e pré-candidato ao Senado, Neri Geller (PP), disse aos jornalistas nesta terça-feira (24) que está aberto ao diálogo em relação a composição de chapa à senatoria com qualquer um, inclusive com a também pré-candidata à Câmara Alta, médica Natasha Slhessarenko (PSB), desde que, claro, ela seja a sua suplente.

Geller joga pesado e garante que já tem apoio de 11 dos 24 deputados estaduais para a disputa nas urnas este ano, além de 100 prefeitos, e admitiu que espera, lá na frente, compor com o PSB do deputado estadual e primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, Max Russi, dando um indicativo à Natasha, que vira e mexe se vê envolta a boatos de uma posição “traição” dentro do partido, tendo seu projeto escanteado.

“Eu estou consolidando a nossa candidatura ao Senado, isso é muito claro, sempre deixei isso muito claro. [Possível composição com Natasha] claro que sim, o diálogo com ela e com todos está aberto, não é só com ela, e com muita calma vamos construir uma candidatura sólida para ir para uma disputa com reais chances de vitória e representar bem o estado de Mato Grosso”, frisou o parlamentar durante coletiva na ALMT.

A proposta para uma composição de chapa feita por Neri soou como uma resposta – ou cutucada – em Natasha pelo fato dela já ter feito esse “convite” a Geller anteriormente. No dia 11 de maio, durante entrevista à Rádio CBN Cuiabá, a médica disse que o progressista seria um “excelente suplente”. A declaração foi dada ao responder o questionamento de um ouvinte, que cogitava a possibilidade da médica recuar do projeto, uma vez que havia especulações de que o partido poderia apoiar o nome de Neri na disputa.

“Acabei de ver uma reportagem que diz ‘pré-candidatura de Natasha está selada e PSB descarta apoio a Neri’. O presidente Max é extremamente acolhedor, aonde vai ele me leva. Amanhã saímos para uma agenda caprichada no interior. Estou tranquila e segura do posicionamento do partido e do presidente. Sobre conversar com o Neri, ele daria um excelente suplente de Senado. É sim possível conversar, se entender. Política se faz com diálogo e conversa, pensando no bem maior da coletividade”, afirmou na oportunidade.

Desde que teve o nome confirmado como pré-candidata ao Senado pelo partido, em 19 de abril, Natasha começou uma intensa agenda. Afirmou que nessas andanças, tem sentido muito acolhimento por parte da população. “Nas andanças que tenho feito estou muito satisfeita. A população quer escutar, olhar no olho do candidato, ouvir a verdade do seu candidato. Me sinto realizada enquanto médica, empresária, professora doutora, mãe e como cidadã tenho o propósito de colocar o nome à disposição para ser uma opção, para representar o diferente”.

Antes da filiação da médica ao PSB, que ocorreu no final de março, Russi chegou a participar de alguns eventos defendendo a candidatura de Neri. Contudo, com o projeto de Natasha, o PSB recuou o apoio e está construindo a pré-candidatura da médica.

Segundo Natasha, o apoio de Max e do PSB já está fechado entorno do seu projeto, inclusive com diversas agendas em municípios no interior do estado.

A possibilidade de composição entre as duas lideranças está sendo cogitada, tendo em vista que antes de oficializar a sua pré-candidatura, o PSB integrava o grupo pró-Neri, que ainda conta com o PP, MDB e PSD.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS